QUE TIPO DE DIVISÓRIA INSTALAR??


Entre as muitas opções do mercado, existe uma que se adequa ao seu projeto!!!
Ideais para escritórios, consultórios, clínicas, salões de beleza, etc., as divisórias são práticas, pois não exigem uma grande reforma e deixam o ambiente elegante.
Segue algumas divisórias:
📍Drywall: com placas de gesso acartonado, com resultado final bem parecido com parede de alvenaria
📍Eucatex: prática e facilmente removível, são placas de madeira tem em várias cores e padrões
📍Vidro: pode ser em vidro duplo com persianas, assim você pode manter a privacidade.
📍Sanitárias: pode ser usada em banheiros de shopping, em clínicas, laboratórios de exames, hospitais e ambientes que exijam constante limpeza.
📍Divisórias PVC: As divisórias de PVC são de fácil instalação e possibilitam inúmeras combinações se adaptando perfeitamente à necessidade de cada projeto.
Para mais informações e pedido de orçamento fale conosco pelo whatsapp https://wa.me/5511989398688

DRYWALL CORTA FOGO

Segurança também é drywall

Muitos se perguntam sobre a capacidade do drywall resistir ao fogo. Mas poucos sabem que o material nasceu nos Estados Unidos, em 1.894, justamente como solução eficiente na contenção de incêndios.

Frente aos demais materiais de construção de uso frequente, o sistema oferece maior resistência ao fogo dada as propriedades do gesso que compõem as chapas. Formulado com sulfato de cálcio di-hidratado, 20% do seu peso é água combinada quimicamente. Sob a ação do fogo, ela é liberada na forma de vapor retardando a ação das chamas.

A eficiência do sistema depende da quantidade, espessura e tipos de chapas usadas. Uma parede construída com chapas Standard (ST), de cor branca, dos dois lados sobre uma estrutura de 48 mm de largura, resiste a 30 minutos. Já paredes feitas com quatro chapas Resistentes ao Fogo (RF) – também conhecida como chapa rosa – de 15 mm de espessura, sob a mesma estrutura resiste duas horas.

Indicadas para uso em salas de cinema, as chapas RF em estruturas reforçadas podem resistir até 2 horas ao fogo.

Indicadas para uso em salas de cinema, as chapas RF em estruturas reforçadas podem resistir até 2 horas ao fogo.

Isso mostra que é possível utilizar o sistema drywall com segurança para projetar e executar vedações em ambientes residenciais ou com grande fluxo de público – como salas de espetáculo, cinemas, rotas de fuga e saídas de emergência – atendendo os diferentes requisitos e exigências legais.

Fonte Drywall.org

Para mais informações e pedido de orçamento deixe seus dados no formulário abaixo que em breve retornaremos:

Conheça os tipos de drywall

Para cada aplicação, há uma placa de drywall específica. Essa técnica seca substitui vedações internas convencionais por placas de gesso acartonado, fixadas em perfis de aço galvanizado. Mas, ao contrário do que muitos pensam, esse sistema não é composto apenas por gesso acartonado.

São diversos modelos de placas que podem ser usados em grande variedade de ambientes e funções no sistema construtivo. No entanto, deve-se estar atento a esse detalhe para desfrutar dos máximos benefícios do produto.

De forro de gesso para teto até isolamento termoacústico, a placa drywall contribui levando versatilidade e durabilidade para construções e reformas. Entenda melhor os 3 diferentes tipos deste material, e os locais ideais para seu uso, a seguir!

Tipos de placa de drywall

Basicamente, a placa de gesso drywall pode ser encontrada em 3 tipos e divididas em cores. São placas brancas, conhecidas como standard (ST), placas verdes (RU) resistentes à umidade, e placas rosas (RF) resistentes ao fogo.

1. Placa de drywall branca standard (ST)

Placa de drywall branca standard (ST)

A branca, ou cinza, é a placa de drywall indicada para uso geral em áreas secas. Geralmente empregada em paredes e forros, é recomendada para salas, escritórios, e outros ambientes que precisem de divisão ou isolamento termoacústico do sistema drywall.

2. Placa de drywall verde (RU)

Já para a aplicação em áreas úmidas, como cozinhas, banheiros, lavabos, lavanderias ou áreas de serviço, é indicado o uso da placa de drywall verde, resistente à umidade. Esse tipo de placa tem em sua composição química componentes hidrofugantes, que protegem a superfície contra respingos e umidade. No entanto, o material não é a prova de água, e não deve ser usado em tetos, saunas e piscinas, já que a umidade nestes espaços é constante. 

3. Placa de drywall rosa (RF)

A placa de gesso drywall rosa conta com a presença de fibra de vidro em sua composição, fator que garante maior resistência ao fogo e calor. Por esse motivo, são muito indicadas para saídas de emergência, escadas enclausuradas e ambientes com riscos de incêndio. 

Devido o auxílio da fibra de vidro no aumento da resistência ao fogo, a placa de drywall rosa é mais eficaz na proteção e segurança do que as placas standard, incluindo o cumprimento dos requisitos da Norma de Desempenho NBR 15.575.

Medidas de uma placa de drywall

As placas de drywall podem ser encontradas em diferentes medidas e espessuras, condição que possibilita seu manuseio de diferentes formas. Suas medidas em espessura, largura e comprimento, respectivamente, são:

  • branca ou cinza 6mm – 1200×2000;
  • branca 12,5mm – 1200×1800, 1200×2400, 1200×3000;
  • verde 12,5mm – 1200×1800, 1200×2400, 1200×3000;
  • rosa 12,5mm – 1200×1800;
  • rosa 15mm – 1200×2400.

Você pôde conhecer os 3 tipos diferentes de placa de drywall. Não se esqueça que todas permitem realizar o acabamento da maneira que desejar, como pinturas, aplicações de cerâmica e também azulejos. 

Crédito: Placo do Brasil

Para mais informações e pedido de orçamento deixe seus dados no formulário abaixo que em breve entraremos em contato ou fale conosco pelo whatsapp https://wa.me/5511989398688

Vantagens da instalação de Drywall

A tecnologia drywall, também conhecida como parede de gesso ou gesso acartonado, consiste em estruturas usadas na construção civil e em obras domésticas. 

Nos últimos anos ela vêm se popularizando como uma opção para construção de paredes. Seu principal benefício é que ela vai contra o conceito de alvenaria que é caro e trabalhoso. 

Veja abaixo algumas vantagens da construção com drywall

  • Economia: fazer o uso dessa tecnologia, na maioria dos casos (aplicações tradicionais) é mais econômico do que recorrer à alvenaria;
  • Peso do material: o drywall é um material mais leve facilitando transporte. Além disso, esse recurso faz com que os custos com fundações e estruturas da edificação sejam menores.
  • Iluminação: o drywall é uma tecnologia que permite que luzes sejam embutidas nela. Isso é possível pois criam-se nichos de diferentes formatos para instalação de luminárias e lâmpadas;
  • Ambiente: como as placas podem ser feitas sob medida, elas servem também como divisória para ambientes. Ou seja, evita que seja preciso recorrer a alvenaria que é custosa;
  • Isolamento: como dito anteriormente, ela pode criar isolamentos térmicos e acústicos, pois possui um preenchimento interno;
  • Versatilidade: essa tecnologia também pode ser usada para a criação de nichos, móveis, prateleiras, bancadas e muito mais, de forma embutida no ambiente;
  • Rapidez e praticidade: elas possuem uma rápida instalação, sendo possível erguer 30 m² de parede por dia com até dois especialistas. Além disso, dentro da sua estrutura é possível acomodar fiações e o sistema hidráulico do ambiente;
  • Simplicidade: o material além de seco e leve, não precisa ser quebrado como a alvenaria. Se desejar, ele pode ser facilmente retirado;
  • Otimização interna: as placas drywall são mais finas quando comparadas ao uso de bloco e tijolos. Com isso, é possível ganhar até 5% a mais de área nos ambientes quando ela é utilizada. 

Para mais informações e pedido de orçamento fale conosco pelo whatsapp ou envie um e-mail:

O uso dos carpetes como isolantes acústicos

Que o carpete é uma ótima opção para revestir pisos todos já sabem. Além da facilidade na limpeza, eles proporcionam conforto e sofisticação aos ambientes. Outra vantagem a considerar é o isolamento acústico.

O que é isolamento acústico?
É a capacidade do material em absorver som. Para isolar barulho de trânsito, vozes, músicas, entre outros, é comum utilizarem estruturas como paredes e divisórias. 

Já quando se trata dos ruídos de impacto, a aplicação de carpete é muito recomendada. Barulhos como aquele toc-toc do sapato ou de quedas de objetos, móveis sendo arrastado, por exemplo, podem ser evitados.

Por que usar produtos para absorver ruídos?
Embora seja um fenômeno que não vemos, o ruído é prejudicial à saúde. Ele pode causar estresse, irritabilidade e fadiga. É importante prezar por ambientes mais saudáveis, sendo ao relaxar em casa e/ ou na qualidade do local de trabalho. 

Onde são usados?
Com a vasta opção em cores, texturas, tamanhos, a instalação de carpetes Belgotex pode ser feita em diversos espaços, desde em casa à ambientes corporativos e teatros.  Em casa, o carpete pode ser aplicado nos quartos (para uma noite de sono mais tranquila, ajudando a abafar o barulho externo) e nas salas, principalmente em home theaters.
Extra Touch Collection – Degas é perfeito para salas de som e home theaters devido ao ótimo isolamento acústico
 Também é muito usado em ambientes corporativos, pois há muitas pessoas circulando, ruídos do telefone e impressoras. Aqui, entra até outra vantagem do uso de carpete nesses locais: deixa a superfície segura e não-escorregadia.

Westminster possui excelentes propriedades acústicas de absorção sonora tanto em ambientes comerciais tanto residenciais
 Nos teatros e auditórios são escolhidos porque o som acaba sendo equilibrado e harmonizado, sendo assim, mais agradável aos ouvidos em shows e espetáculos.
Além de ajudar no isolamento acústico, o carpete modular Interlude é altamente resistente e durável

Fonte: Blog https://www.belgotex.com.br/

Para mais informações e pedido de orçamento fale conosco pelo whatsapp ou envie um e-mail

Boiserie: saiba o que é e onde usar

Boiserie é uma técnica que confere charme e elegância para a sua casa, funcionando como uma espécie de moldura para parede ou teto.

Este detalhe decorativo pode ser feito em madeira, gesso, poliuretano ou em cimento. Mas o mais popular mesmo é o de gesso. As boiseries sempre trazem um toque de requinte e sofisticação para os ambientes.

Como usar boiserie na decoração

Como a moldura boiserie remete ao estilo clássico, é importante que a decoração do ambiente esteja em harmonia. Entretanto, também é possível que a parede com boiserie adquira traços e linhas mais modernas, por meio da simplificação das retas – neste caso, o tom das paredes é um detalhe importante na composição.

Em ambientes com boiserie moderno, vale investir em quadros como elementos adicionais na decoração. A ideia é que a técnica envolva os quadros em uma espécie de moldura, deixando a decoração ainda mais estilosa e especial.

Se a sua ideia é um ambiente mais descontraído, pintar a boiserie com cores diferentes ajuda a compor o ambiente. Para um cômodo em estilo contemporâneo usando boiseries, seria melhor usar a moldura da mesma cor da parede.

As formas arredondadas e a aplicação de arabescos remete a decoração mais clássica e sofisticada.

Onde utilizar os boiseries

Como a técnica é muito utilizada em quartos, vale apostar no boiserie na cabeceira da cama, que dá destaque para este elemento e deixa a decoração elegante.

Essa técnica também pode ser usada em banheiros com tranquilidade. Neste caso, com a aplicação de boiserie em gesso, opte por tinta acrílica, que vai ajudar no acabamento e na resistência da moldura. Assim, seu cômodo ficará bonito por muito mais tempo!

Além disso, a técnica pode ainda ser aplicada em tetos e portas. Uma dica para unificar e ampliar o ambiente é usar o boiserie nesses locais como uma continuação da parede – dessa forma, o mesmo desenho de boiserie presente na parede estará também nas portas e teto.

Para mais informações e pedido de orçamento fale conosco pelo whatsapp ou envie um e-mail

10 vantagens do forro modular

Os forros modulados estão ganhando bastante espaço em escritório, ambientes corporativos e comerciais, isso porque esse material é produzido com alta tecnologia e oferece uma série de benefícios devido sua estrutura modular e metálica, atendendo a diversos projetos.

Elencamos abaixo 10 motivos para você instalar Forro Modular em seu comércio, escritório, salão de beleza, consultório, industria ou até mesmo residência, veja abaixo:

  1. EVITA DESPERDÍCIO: os forros modulares já vem cortados na medida certa, basta encaixar as placas sobre a estrutura de metal, evitando perdas, sujeira ou cortes.
  2. PRODUTO FLEXÍVEL: acompanha inclinações e vibrações naturais, evitando fissuras e rachaduras.
  3. FÁCIL MANUTENÇÃO: tanto do próprio forro, que é só desencaixar e trocar a placa danificada, quanto o acesso fácil a parte de iluminação elétrica, facilitando a manutenção.
  4. FACILIDADE DE INSTALAÇÃO DE ALARMES E DETECTORES DE FUMAÇA: muito recomendado para hospitais, consultórios, industrias. Além da facilidade de instalação destes dispositivos, importantes para estes setores, também há a facilidade de manutenção.
  5. ÓTIMO ISOLAMENTO TÉRMICO-ACÚSTICO: também muito importante para o setor hospitalar e clínicas, além do setor de teatro e cinemas.
  6. ESTRUTURA SIMPLES: gerando pouca mão de obra e projeto simples, baixando o custo de instalação e manutenção.
  7. DIVERSAS OPÇÕES DE ACABAMENTO: os forros modulares tem os seguintes painéis – PAINÉIS DE FORRO DE GESSO, PAINÉIS DE PVC, PAINÉIS DE LÃ DE VIDRO, PAINÉIS DE ISOPOR, sendo que em alguns destes em diversas cores, padrões e texturas diferentes.
  8. PRODUTO SEGURO: segue as normas de segurança registradas sob a norma NBR 9442.
  9. RESISTENTE A PRAGAS: por esta razão este é um excelente produto para ser usado nos setores hospitalares, industriais, clinicas, supermercados, lojas, entre outros.
  10. ÓTIMO CUSTO BENEFÍCIO: pois usa pouca mão de obra.


Para mais informações ou pedido de orçamento fale conosco pelo whatsapp https://wa.me/5511989398688 ou deixe seus dados no formulário abaixo que em breve retornaremos:

VOCÊ SABE PARA QUE SERVE OS RODAPÉS?

Sua função original é proteger da água, de choques e do acúmulo de sujeira as quinas de união da parede com o chão. Além disso, é arremate final na construção – assim como as calhas, os batentes de portas e outras estruturas similares. No entanto, por interferirem no visual do ambiente, vale seguir algumas dicas antes de escolher um modelo

Selecione o tamanho mais adequado

O padrão de tamanho do rodapé é de 7 cm de altura, mas, atualmente, é possível encontrar no mercado opções de 10, 15, 20 e 25 cm. Para escolher o tamanho ideal, é interessante considerar a altura do pé direito do imóvel e o tamanho dos cômodos.

Quanto mais alto o pé direito e maior o cômodo, maior pode ser o rodapé. Evite, porém, colocá-lo acima de 10 cm de altura em casas com pé direito baixo ou em apartamentos pequenos, pois ele deixará os ambientes ainda menores.

Somente no lavabo, é possível desconsiderar a regra da altura e abusar no estilo, usando as últimas tendências e combinando rodapés grandes com papéis de parede e demais itens de decoração.

 

Escolha a cor perfeita

As alternativas mais básicas e neutras são ideais para pessoas que preferem ambientes limpos, leves e tradicionais. Elas combinam com qualquer cor de tinta e de piso ou revestimento, sendo, portanto, opções mais seguras nesses casos.

No entanto, se a sua intenção for inovar, invista em cores mais escuras, como cinza, preto e tons que simulam madeira para enquadrar as paredes e separá-las completamente do chão. Rodapés bem coloridos são modernos, mas podem cansar um pouco o olhar dos moradores. É uma questão pessoal, afinal, aqui não existe uma regra.

Se optar por rodapés de cor clara, como o branco, uma boa dica é dar um contraste com a cor da sua parede. O branco é uma cor fácil de combinar, logo, os rodapés podem ser os mesmos nas áreas sociais e/ou íntimas da casa, mesmo que os pisos sejam diferentes, pois haverá uma ideia de continuidade em toda a decoração escolhida.

Mas, se o espaço for pequeno, a melhor dica é escolher um rodapé da mesma cor do seu piso, pois isso dará a ideia de maior amplitude.

Combine o rodapé com o batente da porta

Quando escolher a cor dos rodapés, lembre-se de combiná-la com o batente da porta. O material dos dois não precisa ser o mesmo, mas o ideal é que os dois sejam de cores semelhantes. Por exemplo, se escolher o rodapé na cor branca, o batente da porta deve acompanhá-lo, sendo da mesma cor.

Assim, a ideia de continuidade na decoração será mantida. Já os acabamentos não precisam ser totalmente iguais, e podem sim ser diferentes, desde que “conversem” entre si para que o ambiente fique harmonioso.

Ambientes com muitos elementos decorativos

eucafloor-rodape-estilo-100mm-sem-friso-branco-downloadSe a decoração do ambiente for excessiva, o ideal é optar por rodapés mais discretos, básicos e lisos, com superfície homogênea. A ausência de tantos detalhes fará a composição ideal com o lugar.

Frisos para ambientes mais ousados

eucafloor-rodape-estilo-100mm-com-friso-branco-downloadO rodapé com friso é aquele que traz linhas esculpidas ao longo de suas peças. Esse tipo de sulco pode conferir efeitos bem interessantes nos ambientes mais modernos e ousados. Um toque de sofisticação discreta para o ambiente.

 

Rodapés mais baixos para todo tipo de ambiente

Se você busca uma opção discreta, que caia bem em ambientes clássicos ou modernos, pode optar pelos rodapés mais baixos. São os mais tradicionais, com cerca de 5 a 10 cm de altura.

A Elegancy Forros oferece diversos tipos de rodapés para combinar com a decoração da sua casa, escritório, clínica, consultório, academia, loja, bazar, etc
Peça seu orçamento ou ligue para nosso whatsapp https://wa.me/5511989398688

PINTURA EM DRYWALL: REALIZE CORRETAMENTE EM 3 PASSOS.

O acabamento é uma parte importantíssima da reforma/construção e que contribui na decoração e toda a parte estética do ambiente. Pensando nisso, separamos três passos para você realizar a pintura em drywall facilmente e de maneira correta.

Antes de iniciarmos, saiba que a dimensão que irá receber a tintura não é constituída de gesso, e sim, de cartão duplex específico para drywall.

O gesso acartonado poderá receber todo o tipo de tinta desde que atenda às especificações da norma ABNT NBR 15079, o mesmo vale para a aplicação de cores escuras.

Está pronto? Vamos ao primeiro passo:

1º passo: Avalie a extensão que será pintada

Antes de realizar qualquer tipo de técnica, é extremamente importante avaliar a região onde será depositada a tinta para que seja observado se existe algum tipo de imperfeição ou deformidade que possa danificar o resultado final. Afinal, você deseja um acabamento perfeito, não é mesmo?

2º passo: Prepare a superfície da placa

Você precisará realizar um tratamento de juntas com fitas e massas próprias para drywall, resultando em uma parede lisa e plana. As cabeças dos parafusos também deverão receber a mesma massa.

download1

Após a secagem da massa, é preciso lixar os espaços tratados nas juntas e nas cabeças dos parafusos com a finalidade de eliminar rebarbas de massa e algumas irregularidades.

Caso você queira um acabamento mais sofisticado, você poderá aplicar mais uma demão de massa ou fundo que deverá ser lixada toda a área com a lixa grana 220/280, aplicada também com uma base.

Não se esqueça de eliminar o pó que foi acumulado após o procedimento!

3º e último passo: Prepare as tintas e seus complementos

downloadAntes de realizar a pintura, é preciso agitar todos os produtos que serão utilizados para garantir que estejam uniformes. Depois, você terá que conferir na embalagem do produto como será feita a diluição.

E pronto! Agora é só aplicar a tinta e a sua parede estará finalizada! Viu como foi fácil realizar a pintura em drywall?

Fonte: Placo do Brasil


Para mais informações e pedido de orçamento de instalação de paredes e forro em drywall deixe seus dados no formulário abaixo que em breve entraremos em contato:

VANTAGENS DO USO DO DRYWALL NO VERÃO

Segundo a Associação Brasileira do Drywall, apostar em placas de gesso para amenizar o desconforto térmico causado pelas variações de temperatura, é a solução ideal.

O gesso, principal matéria prima das chapas de Drywall, é um excelente isolante térmico por ser um material higroscópico – termo físico para categorizar materiais capazes de absorver e equilibrar a umidade do ar.

Explicando de maneira mais simples: quando um ambiente tem muita umidade, o gesso atua absorvendo parte da umidade, e quando o ambiente é pouco úmido, o gesso transfere parte de sua umidade equilibrando o conforto térmico do ambiente.

sol-casa-1200x800

Vale destacar que, o equilíbrio da umidade e o isolamento térmico fornecido pelas chapas de Drywall, fazem com que aparelhos de ar-condicionado utilizem menos potência.

ar-condicionado

Segundo o Anuário Estatístico de Energia Elétrica de 2018, publicado pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE), a economia de energia em residências e pontos comerciais pode chegar até 60%.

la-de-rocha-isolamento-acustico-02

Também é possível potencializar a eficácia do conforto térmico e acústico do Drywall ao utilizar a lã mineral.

É um dos produtos mais tradicionais utilizados como isolante térmico no mundo, proporcionando conforto termo-acústico em edificações comerciais e residenciais.Fabricada em alto forno a partir de sílica e sódio, aglomerados por resinas sintéticas, desenvolvidas especificamente para melhor o desempenho deste material.

É incombustível suportando temperaturas até 450ºC (produtos resinados) e 550ºC (produtos isentos de resinas), entretanto, em alguns casos é necessária associação com outros materiais em situações que exijam uma proteção maior.

Confira outras vantagens:

  • Fabricado com material quase 100% reciclado, não agredindo meio-ambiente.
  • Seu desempenho não é comprometido com o passar do tempo.
  • Não oferece riscos a saúde.
  • Possibilita o uso racional de energia nas edificações uma vez que proporciona um ótimo conforto térmico, assim diminuindo uso de aparelhos como ar-condicionado e aquecedores.
  • Fácil de manusear.
  • Não favorece a proliferação de fungos ou bactérias.
  • Classificada no Grupo 3 (Material não Cancerígeno).

Fonte: https://knauf.com.br/