Pé-direito na medida certa

pe-direito1

Pensar na decoração de um ambiente pode ir além da escolha de cores, quadros, móveis e tecidos. A altura do pé-direito (medida do piso ao teto) influi diretamente na percepção do espaço. Quando rebaixamos o pé-direito, provocamos uma sensação intimista. Já quando o aumentamos, damos mais amplitude ao ambiente e também sofisticação.

Rebaixar o teto ou ampliá-lo depende de questões técnicas. Por isso, antes de reformar, tenha o projeto estrutural do espaço em mãos e siga o roteiro:

Quando rebaixar?

rebaixamento de teto, além de ter função decorativa, pode servir para passar uma tubulação elétrica ou de ar-condicionado, alterar os pontos de iluminação e até esconder partes da estrutura, como uma viga. Para esse tipo de obra, pode ser usado forro de madeira, mas, em geral, os materiais mais usados são placas de gesso e de drywall. Esta é a melhor hora de se fazer um projeto luminotécnico, que já prevê a iluminação embutida, o que contribui para tornar o ambiente mais agradável.

Um pé-direito confortável deve ter a altura mínima de 2,50 metros, já que uma porta tem em média 2,10 metros. Esta medida deve sempre ser levada em conta, pois um rebaixamento maior pode tornar o ambiente claustrofóbico. É preciso ter cuidado redobrado quando a obra é feita em apartamentos, que costumam ter o pé-direito mais baixo.

Dá para aumentar

Em imóveis mais antigos, que normalmente têm forro e não laje, é possível aumentar a altura do ambiente na hora da reforma. O aumento pode ser um ótimo recurso para ambientes comerciais, residenciais em praias ou lugares de clima muito quente, pois dá a sensação de ser mais arejado. É possível também aumentar o pé-direito seguindo a inclinação do telhado. O efeito é bem charmoso. O termo pé-direito duplo é usado para descrever um ambiente alto, mas não necessariamente duas vezes uma altura normal.

Evitando erros

Consertar depois da obra iniciada pode custar caro. O melhor é fazer um projeto com as alterações, que respeitem as alturas mínimas, prevendo os pontos de iluminação. É importante também verificar as condições do telhado ou da laje e conferir se não há infiltrações. Por ser uma obra de acabamento e ter de ser realizada junto à execução do projeto de iluminação, há um custo mais elevado. Por isso, o ideal é ter a orientação de um arquiteto para que enganos muito comuns não onerem ainda mais este item.

Para mais informações ligue (11) 2595-4700 ou deixe seus dados no formulário abaixo e nós retornaremos:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s