10 verdades sobre forros

3forro1

Muito mais que um simples acabamento no teto, o forro controla a temperatura, fixa embutidos e arremata o visual

 

  1. O melhor momento para escolher o forro é durante o projeto, ao definir se a iluminação será ou não embutida. No mercado, as opções mais populares e com melhor custo-benefício são o gesso, a madeira e o PVC. Existem também produtos novos, como o bambu tratado, e mais antigos, como o estuque – que voltou à tona na construção.

  2. As construções mais antigas, desde as mais simples às mais luxuosas, ganhavam forro de estuque – que é feito com uma trama de sarrafos de madeira, com cerca de 10 cm de largura, formando um quadriculado. Nele é pregada uma tela de arame, servindo de base para uma massa de areia, cal e cimento. Apesar de ser barato, esse tipo de forro pode sofrer ataques de cupins, além de apodrecimento, no caso de algum vazamento no telhado.

  3. O bambu é um dos materiais naturais mais facilmente renováveis na natureza (em apenas três anos a planta está pronta para o corte). Além de ser um bonito revestimento, quando passa por autoclave fica mais resistente e imune a pragas. O defeito? Costuma ser um pouco salgado – sai por cerca de R$ 400 o m².

  4. A madeira é uma opção interessante, se adequada ao estilo da residência. As versões mais utilizadas para compor o forro são cedrinho e perobinha, além de opções altamente sustentáveis, como o pínus. Como vantagem, a madeira “propicia maior qualidade de conforto térmico no interior dos ambientes”, segundo o arquiteto Fernando Consoni, que recomenda o material para todas as regiões e climas do país.

  5. O PVC é reciclável e está ganhando espaço em projetos graças a novas versões em diversas padronagens. Hoje em dia, existem até réguas com cor e textura de madeira! Outra vantagem é o preço – encontra-se o material a partir de R$ 12 o m², sem a instalação, que costuma ser uma etapa simples e rápida.

  6. Recomenda-se uma distância mínima de 50 cm entre o forro de PVC e o telhado para que seja mantida uma temperatura mais amena no ambiente. “Quando não for possível seguir esse padrão, recomenda-se a instalação de isolantes térmicos, usando ou não sistema de ventilação extra”

  7. Os forros de gesso, bastante adotados hoje, podem ser feitos com gesso artesanal.  A principal vantagem do segundo é a instalação, mais limpa e rápida (o que é feito em um dia com drywall, leva quatro se for utilizado gesso artesanal).

  8. Para a instalação do gesso, é necessária a colocação de uma base de metal, onde são parafusadas as chapas. A iluminação embutida demanda uma preparação prévia do projeto elétrico, direcionando os fios e conduítes adequados a cada futuro ponto de luz. Como vantagens, o gesso tem flexibilidade estética e pesa menos.

  9. Para limpar um forro de gesso, basta um tecido limpo, macio e úmido. Lembrando que a superfície precisa ganhar pintura, de preferência com tintas nas versões látex ou acrílica. Já a madeira, quando ocupa essa função, pede a aplicação de stain, verniz ou tinta, que devem ser reaplicados a cada dois anos; a limpeza desse material deve evitar produtos além de um pano úmido com água e sabão neutro. Como não necessita de pintura, o PVC pode ser limpo com água, sabão neutro e álcool.

  10. Está reformando e o forro antigo está mal conservado ou manchado? Pode ser sinal de que o telhado logo acima encontra-se deteriorado. Antes de trocar o revestimento, faça uma revisão cuidadosa para verificar se há vazamentos entre as telhas ou peças quebradas na parte interna. Isso evitará custos dobrados. Mas se tudo estiver bem na estrutura, algumas versões podem, sim, ser conservadas, inclusive com reparos em partes isoladas da superfície.

 

Créditos: construirmaispormenos.uol.com.br

fotos: retiradas da internet


Pessoal, espero que tenham gostado!!! Se estiverem pensando em reformar sua casa ou está construindo e quer um serviço de qualidade na instalação de forros, deixe um pedido de orçamento no formulário abaixo, que em breve entraremos em contato!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s