CORTINEIRO DE GESSO ILUMINANDO

CORTINEIRO DE GESSO ILUMINADO 😍😍

O cortineiro de gesso tem a função de preencher o espaço entre a cortina e a parede. Ela é usada não só para esconder as imperfeições, trilhos e qualquer outro tipo de detalhe que não agrade esteticamente, como também serve para dar aquele acabamento trazendo mais charme, estilo, elegância e charme para o seu ambiente. 😍😍😉😉🤩🤩🥰

Com o cortineiro iluminado, o efeito não só valoriza a cortina de noite como permite deixar o ambiente muito mais aconchegante.

O cortineiro de gesso quando embutido na sanca, apresenta maior elegância e suavidade a decoração. Sendo que a sanca aplicada valoriza a iluminação do cortineiro, caso o mesmo seja instalado com iluminação.

Fale conosco pelo whatsapp https://wa.me/5511956185104…

Nós podemos ajudar em seu projeto entre em contato !! 😉😉

✔️Acesse http://www.elegancyforros.com.br
✔️Compre produtos em nossa loja de materiais http://www.lojaelegancyforros.com.br
✔️Siga-nos no Instagram

Anúncios

5 tipos de iluminação para a sala

Iluminação é um detalhe muito importante para a composição de um ambiente. A seguir, te damos dicas sobre o assunto para você arrasar na decoração.

Pensar numa boa iluminação nem sempre é prioridade pra quem está de mudança ou redecorando a casa. Mas, como já diria o ditado “luz é vida”, e, aqui, luz também é um detalhe que pode transformar sua residência!

Quer saber como? Então dá uma conferida nessas sugestões de iluminação para salas de estar e jantar que separamos para você!

Diferente do que muita gente pensa por aí, iluminação é um dos itens mais importantes e que deve ser levado em consideração na escolha de uma casa, inclusive na decoração. Isso porque com um simples clique no interruptor, você pode criar desde ambientes românticos para um filme a dois, quanto um encontro aconchegante com a família toda reunida.

A primeira coisa que você deve fazer é verificar quanto de luz natural está entrando na sua casa. Se você tem como aproveitar a claridade do dia na sua residência, não pense duas vezes e use! Afinal, nenhuma luz, por mais poderosa que seja, pode substituir a praticidade e economia da luz solar.

Mas, se não houver essa possibilidade, fica tranquilo porque nós temos várias soluções legais.

1. Iluminação Direta ou Iluminação Indireta

É na sala que a família se reúne para um filme, que os amigos batem papo e que acontece até mesmo reuniões. Ou seja, podemos dizer que é praticamente o coração da casa de tão frequentado! E é justamente por ser um lugar que atende a todas as necessidades da sua família que o projeto de luz deve ser bem flexível.

Para uma boa iluminação na sala de estar é indispensável uma luz geral para o ambiente, podendo optar por essas luminárias de teto mais discretas e com o alcance mais amplo. Para um clima mais acolhedor, a iluminação com gesso é ótima, usando sancas, arandelas ou algum outro ponto de luz embutido no gesso.

Já a iluminação de destaque serve para colocar em evidência alguns itens da decoração, ou seja, são luminárias direcionais e de pequeno alcance. Só escolha com cuidado o objeto a ser destacado e o direcionamento da luz para não gerar reflexos inoportunos.

2. Tipo de lâmpada

Dentre os diferentes tipos de lâmpadas comercializadas, as mais comuns são: incandescentes, LED e fluorescentes.

As lâmpadas incandescentes gastam menos energia e possuem luz amarelada. Já as fluorescentes são muito econômicas e duram mais, possuem versão com luz amarela e luz branca, ideal para quem deseja criar vários pontos de iluminação diferentes.

Enquanto isso, as opções de LED são altamente duráveis e consomem pouquíssima energia para fornecer luz, também são encontradas em versão branca ou amarela.

As lâmpadas com cor amarela também deixam o ambiente mais aconchegante, mas se a ideia é criar uma iluminação para 2 ambientes, então misture as duas cores de lâmpadas, para ter um ambiente adequado para qualquer tipo de necessidade.

3. Cor das paredes

Esse item não tem como errar. Vamos começar repetindo uma das dicas mais faladas por aqui: ambiente claro e bem iluminado dá sensação de amplitude. Já as paredes mais escuras absorvem luz, por isso se esse for o seu caso, invista em lâmpadas mais fortes e em luminárias maiores, para garantir que cada pedacinho do ambiente esteja iluminado.

Nesse momento, a cor da lâmpada também é importante.Imagina uma parede azul iluminada por uma lâmpada amarela, o efeito será uma parede verde e sua sala perderá um pouco da sua essência. Vai mudar a cor da lâmpada ou a cor de parede? Já sabe, pesquise os efeitos de cada luz em diferentes cores.

4. Espaço e disposição

Relembrando a dica anterior, se sua sala não é muito espaçosa, invista em tons mais claros, elementos espelhados e uma luz principal no centro, que é ideal para iluminação de apartamentos pequenos. Nos sofás, é interessante usar pontos de luz de destaque caso alguém queira realizar uma leitura ou prefere uma luz mais baixa.

Para ambientes maiores, sua única preocupação é ter uma boa luz geral que alcance todo o espaço. Fora isso, brinque a vontade com luzes de destaque.

Se na sua casa a sala de estar e de jantar compartilham o mesmo ambiente, então uma novidade é usar spots. O uso de spots para iluminação de dois ambientes é bem versátil e democrático. Uma opção é usar o spot para a sala de estar e um pendente menor para a sala de jantar bem próximo a mesa.

5. Acessórios

Definido o projeto principal de iluminação, agora você pode usar e abusar de luzes de contrastes em objetos menores, que servem também de elementos decorativos. Veja algumas opções:

– Pendentes: Luminárias pendentes servem para dar destaque a luz principal do cômodo. São ideais para mesas de jantar ou cantos de leitura, mas também ficam super legais ao lado da cama, como decoração.

– Lustres: São os astros principais de uma sala de estar. Além de servir como iluminação direta, causa aquele impacto elegante e sofisticado.

– Spots: Os spots são pequenos pontos de luz embutidos no teto. Sozinhos, são responsáveis por uma iluminação mais intimista, perfeitos para quem quiser criar um clima romântico e confortável.

– Arandelas: Com diferentes modelos no mercado, as arandelas ficam lindas na parede composta por quadros ou num cantinho de luz mais baixa, para relaxar. Com lâmpadas amarelas, essa luminária também consegue criar uma atmosfera íntima.

Essas são as principais, mas outras duas opções também estão ganhando cada vez mais espaço nas casas brasileiras:

– Luminárias de chão: Dessas altas, com a base num tripé, deixa o ambiente descolado na medida certa;

– Trilho com spots direcionáveis: é uma opção maravilhosa para ambientes pequenos e compartilhados, pois como já diz o nome, você mesmo pode direcionar para onde quiser. Prático e funcional.

Está querendo mudar alguma coisa na sua casa e não sabe por onde começar? Vai se mudar? Então comece pela iluminação e deixe sua casa brilhar como ela merece!

Crédito: imóvel web

Como iluminar a sala de estar e jantar

Elegante ou informal, você pode decorar sua sala de jantar para criar uma atmosfera mais graciosa ou um ambiente relaxado usando diversos estilos de iluminação.

Lustres cintilantes, luminárias pendentes ou “downlights”. Qualquer que seja o estilo de sua luminária, o foco principal deve estar sobre a mesa.

image13

Lâmpadas decorativas com forma de vela irão trazer um estilo romântico em candelabros tradicionais nas paredes ou na mesa de jantar. Mantendo-as ligeiramente “dimerizadas”, usando um “dimmer” de parede, se produz um elegante toque de luz que agrada fácil aos olhos.

Iluminação suplementar de luminárias de parede, piso ou teto devem ter temperatura de cor “mornas”, destacando a comida e os convidados. Lâmpadas com bulbo branco de todos os tipos eliminam as sombras marcantes e o ofuscamento.

Os interiores contemporâneos atuais freqüentemente usam iluminação halógena em luminárias pendentes sobre a mesa. Estas fontes luminosas fazem as porcelanas e as pratarias brilharem e aumentam o seu apetite.

O buffet pode ser iluminado com refletores no teto com uma seleção de tradicionais lâmpadas incandescentes ou iluminação halógena.

Contudo, o seu esquema de iluminação deve iluminar a sala inteira, acentuando sua exclusiva personalidade. Abajures de mesa e piso são excelentes fontes para iluminação de ambientes.
Use lâmpadas que forneçam luz suficiente e suave próximas dos seus locais favoritos de leitura.

20181001-sala-iluminacaoA iluminação de destaque, ideal para pinturas, esculturas e outras peças de arte, é melhor obtida com projetores e iluminação dirigida.

 

 

Muitas opções estão disponíveis. Desde as lâmpadas refletoras comuns até as lâmpadas PAR20, MR16 ou halógenas tipo palito, que proporcionam luz branca e brilhante, destacando as cores.

Nos ventiladores de teto são recomendáveis as lâmpadas com filamento reforçado para resistir à vibração.

Fonte: Faz Fácil

Molduras de gesso

molduras-de-gesso

Um detalhe faz toda a diferença e transforma aquele seu teto sem graça em algo sofisticado com apenas um detalhe: uma moldura de gesso que faz um acabamento perfeito!!

A moldura de gesso ainda é o acabamento mais usado nas casas com teto de laje ou em acabamentos de forro de gesso convencional. No decorrer dos anos os modelos das molduras de gesso vão ficando mais retos e com tendências mais modernas.

Não precisa ter muito dinheiro para deixar sua casa linda!! Com um pequeno investimento você pode decorar sua sala, cozinha, banheiro e quartos com molduras de gesso com muitos modelos diferentes. Veja abaixo algumas de nossas sugestões:

Vocês pode ampliar sua criatividade e acrescentar um cortineiro de gesso que dá um charme a mais, veja no exemplo abaixo:

moldura-gesso3

moldura-gesso1

moldura-gesso6

Ou você pode optar pela moldura simples, que também dá o charme na sua decoração

moldura-gesso2

moldura-gesso7

Pode também embutir iluminação:

moldura-gesso9moldura-gesso10moldura-gesso111

Bom, essa foi a nossa dica de hoje!! Espero que tenham gostado! Um grande abraço!!

fotos: retiradas da internet

 

Consulte nossos preços, peça orçamento sem compromisso!! Fale conosco pelo whatsapp https://wa.me/5511956185104… ou deixe seus dados no formulário abaixo que em breve retornaremos:

 

 

Como planejar a iluminação da sua casa

Muitas vezes, quando estamos decorando uma casa, acabamos dando mais atenção aos móveis, aos eletrodomésticos, às paredes… e esquecemos de planejar a iluminação da casa de uma forma que funcione melhor para o nosso dia a dia. E saiba que uma boa iluminação é tão importante quanto um sofá confortável!

iluminação

Isso porque uma iluminação bem pensada dá forma a objetos, destaca ou esconde outros e dirige a nossa atenção para os detalhes e para o que queremos mostrar em nossa casa. Se você parar para pensar que geralmente nos apartamentos há apenas um ponto de luz no meio do cômodo, para colocar um lustre com a função de iluminar o ambiente inteiro, muitas vezes esse único ponto de luz acaba não dando conta do recado – e ainda te obriga a colocar uma lâmpada que gaste mais energia.

Distribuindo a luz pelos cantos mais importantes do ambiente, você consegue deixar tudo mais funcional e melhorar o uso que as pessoas da casa fazem daquele espaço. Um exemplo: não é ruim uma sala de jantar mal iluminada, em que as pessoas mal conseguem enxergar a comida no prato? Ou então uma poltrona de leitura sem uma boa luminária ao lado? E para mudar a distribuição dos pontos de luz pelos cômodos da sua casa, não precisa nem de reforma: luminárias, arandelas e abajures podem ajudar bastante!

Como planejar a iluminação

Antes de sair comprando lustres e abajures para a sua casa, tente responder primeiro a essas perguntas:

– Quantos pontos de luz são necessários para cada ambiente?

– Que tipo de lâmpadas você precisa para cada ponto de luz?

– Quais os tipos de luminárias são melhores para cada caso?

– Qual é o estilo de vida dos moradores da casa e como os ambientes são usados por eles?

Respondendo a essas perguntinhas básicas, fica muito mais fácil traçar um plano de iluminação para a sua casa! É igualmente importante aproveitar os traços da arquitetura da sua casa, como pé direito alto, janelas grandes, claraboias, para só depois sair à procura de lâmpadas e luminárias. Se o pé direito do cômodo em questão é baixo, nem pense em comprar lustres pendentes, sob o risco de virar um obstáculo para quem estiver circulando pelo ambiente. No geral, em áreas sociais como sala de estar e jantar, lâmpadas de luz amarela criam um clima mais aconchegante que as fluorescentes, que ficam bem melhores na cozinha e na área de serviço.

Tipos de lâmpadas

Há lâmpadas incandescentes, fluorescentes, halógenas e de LED – veja qual é a melhor para cada cômodo:

Incandescente comum: com diferentes formatos de bulbo, gera luz com base no aquecimento de um filamento de tungstênio. Emite luz amarelada e quente. Reproduz as cores com total fidelidade, porém consome muita energia e dura bem pouco (cerca de mil horas).

Halógena: incandescente de bulbo menor, com gás halógeno que melhora seu desempenho e durabilidade. A luz é amarela e quente, e reproduz bem as cores.

Halógena AR e dicróica: essa lâmpada é ótima para destacar objetos e quadros na parede.

Halógena PAR: assim como a dicróica, tem superfície refletora que melhora o desempenho. A diferença é o vidro grosso e pontilhado, que enfatiza o brilho da luz. O modelo PAR 20 com o corpo blindado, próprio para luz focada, forma um cone sobre o objeto. A desvantagem é que esquenta muito e é sensível ao toque.

LED: esse tipo de lâmpada é mais novo, e bem mais econômico e durável que os demais. Entre as vantagens desta lâmpada estão o fato de não atrair insetos, além de ser ecologicamente correta.

Ideias para o quarto

vista-quarto-1

Uma luz geral no centro do quarto geralmente dá conta do recado para o uso diário do cômodo, e iluminação direcionada com abajures são boas alternativas para criar diferentes atmosferas. Prefira abajures com cúpula translúcida, ou luminárias de haste regulável, se você gosta de ler deitado na cama. Se houver espaço para uma poltrona, coloque uma luminária articulável de pé. Perto de cômodas e penteadeiras, arandelas são a melhor escolha.

Ideias para a sala

sala

Para a sala de estar e jantar, pense em criar pontos de iluminação que ajudem nas tarefas do dia a dia – como um lustre sobre a mesa de jantar, com as luzes voltadas para baixo, e luzes mais focadas em certos objetos, como a mesa de centro ou um quadro que você queira destacar na parede. No caso da sala de jantar, o lustre precisa ficar entre 75 cm e 1 metro do tampo da mesa, medida certa para que a luz não incida nos olhos das pessoas, causando desconforto. Já abajures nas laterais do sofá são ótimos para leitura. Se você quer criar um cantinho especial para leitura na sala, você pode usar uma luminária de chão. Mas cuidado para não colocar luz demais num ambiente e acabar deixando sua sala parecendo um estádio de futebol!

Ideias para a cozinha

cozinha-americana-iluminacaoNeste ambiente, a luz serve para nos ajudar a preparar os alimentos, identificar suas cores, cortá-los… e por conta disso a iluminação não pode criar sombras. Assim, o ideal é colocar luzes fluorescentes no teto e iluminação direcionada embaixo dos armários de cozinha, apontando para as bancadas. Ter luz sobre o fogão também é importante. Se você tiver um depurador de ar já com lâmpada embutida, é menos um ponto para iluminar! Outros detalhes que não podem ser esquecidos são os materiais em que as luminárias são feitas: eles precisam ser fáceis de limpar.

Ideias para o banheiro

Espelhos-para-banheiros-com-luz-No banheiro, o centro das atenções é sempre o espelho. Por isso, a primeira regra é caprichar na colocação das lâmpadas em torno dessa peça, garantindo a boa imagem dos moradores e visitantes. O importante é que a luz não venha do alto, provocando sombras – em geral, a recomendação é instalar as lâmpadas nas laterais. Arandelas, spots ou pequenas luminárias com lâmpadas incandescentes ou fluorescentes compactas cumprem a tarefa de clarear a área de reflexão do espelho, acima da bancada. Em banheiros pequenos ou lavabos, essas luzes podem ser suficientes, dispensando a iluminação geral de teto. Já nos espaços maiores é preciso lançar mão de lâmpadas fluorescentes tubulares ou compactas em luminárias altas que promovam uma luz difusa, sempre em parceria com as que ficam mais baixas e próximas à bancada. E tem mais: na área do box, lâmpadas blindadas, à prova d?água, como a halógena PAR, são mais seguras para ambientes molhados.

Fonte: consul
Fotos: internet

Bom pessoal, espero que tenham gostado das dicas de iluminação, até o próximo post. Deixe sua opinião nos comentários!! 🙂

Mais informações acesse nosso site http://www.elegancyforros.com.br ou ligue (11) 2595-4700 ou deixe seus dados no formulário abaixo que em breve retornaremos: