Piso laminado: ideal para quartos e salas

Para os quartos e salas devemos sempre pensar no conforto e no aconchego.
Desta maneira o piso que melhor se encaixa, nestas características, são os laminados, que atualmente tem uma ótima funcionalidade.

Piso ideal para cada ambiente – Dicas

Piso laminado

O piso laminado é considerado por muitos arquitetos como o melhor modelo de piso para quarto de casal. Ele imita diferentes tons de madeira e oferece um custo X benefício bem mais favorável do que a matéria-prima verdadeira.

O laminado valoriza a estética aconchegante da madeira, sem correr o risco de apodrecer ou precisar de impermeabilização.

Ótimo custo-benefício

Outra grande vantagem do piso laminado é o preço, que é bem abaixo dos revestimentos feitos com madeiras naturais. Além disso, a instalação é bem simples, podendo ser feita inclusive sem ajuda de profissionais. Tudo isso porque o material também dispensa acabamento, fazendo pouca sujeira durante e após a aplicação.

É uma opção versátil

Embora seja importante evitar água e sol, o piso laminado se encaixa em praticamente qualquer cômodo. Também vale ressaltar que a instalação pode ser feita por cima de outros pisos, como cerâmica, vinil, concreto e lajota. Por fim, é possível encontrá-lo em diversas cores e texturas. Alguns chegam, inclusive, a imitar a madeira natural, deixando o ambiente com um ar mais aconchegante. As tonalidades vão das mais claras às mais escuras, o que permite que ele combine perfeitamente com a decoração que você preferir.

Para mais informações e pedido de orçamento deixe seus dados no formulário abaixo que retornaremos:

Anúncios

Piso igual na casa toda ou diferente em cada cômodo?

 

slide01

A escolha dos pisos e revestimentos para uma casa é uma tarefa árdua e diante de tantas opções disponível no mercado é muito difícil encontrar o piso que mais agrada.

Mas além do piso ou porcelanato em si uma dúvida que pode surgir é se deve ser usado um mesmo modelo ou desenho de piso na casa toda ou se cada ambiente poderia ter modelos diferentes.  O ideal é fazer aquilo que agrada e portanto não podemos afirmar o que é ou não melhor, mas a ideia de separar é boa e com a grande variedade que temos hoje dá para combinar bem e chegar a resultados interessantes.

Alem da separação dos quartos o que pode ser feito também é usar pisos ou porcelanato diferente para cozinha e banheiros que são conhecidos como as áreas molhadas e normalmente são locais onde é possível ousar um pouco nas cores ou desenhos. Na cozinha e no banheiro, uma ideia legal é usar pastilhas no revestimento como uma faixa horizontal ou vertical, pode-se ainda fazer uma faixa com um revestimento diferente ou até colocar algumas peças isoladas com desenhos que é bem comum encontrar atualmente.

Piso para quarto

piso-laminado-para-quarto-10

O quarto é um local onde há possibilidade de variar bastante o tipo de piso. Atualmente está muito na moda a colocação do piso laminado que lembra um pouco os antigos tacos de madeira que já foi muito comum no Brasil. Além disso, há também os pisos cerâmicos que imitam madeira e outros tipos.

Piso para cozinha

melhor-piso-para-cozinha-aprenda-a-escolher

A cozinha é considerada área molhada e por isso não é qualquer tipo de piso que pode ser colocado, por exemplo, não se pode colocar madeira. Dentro da opção cerâmica há ainda a questão das cores, formatos e detalhes que podem ser usados para combinar com revestimento, armários, móveis e outros objetos típicos da cozinha.

Piso para sala

A vinilico

A sala é um ambiente bem tranquilo quanto ao tipo de piso e não há muito segredo aqui. Geralmente é o local onde se usa tapetes e a opção por cerâmica é muito comum, embora possa ser usado também o carpete laminado que é madeira.

Piso para banheiro

pisoparabanheiro_topic

O banheiro, assim como a cozinha é considerado área molhada e o piso deve ser cerâmico. Acho que no banheiro é onde encontramos talvez a maior variação de modelos de pisos e revestimentos com uma variedade incrível de modelos, cores e formatos para agradar todos os gostos e bolsos.

Piso para área externa

piso-para-area-externa-1-730x548

O piso para a área externa é muito comum para evitar inclusive que a sujeira acumulada de fora venha para dentro de casa, isto porque se a área externa for de terra ou mesmo de cimento, o acúmulo de sujeira é maior e dificulta muito mais a limpeza. Geralmente os pisos cerâmicos tradicionais são os mais comuns para áreas externas, com destaques para os antiderrapantes.

 


Para mais informações e pedidos de orçamento deixe seus dados no formulário abaixo:

 

Qual a diferença entre piso laminado e piso vinílico??

pisos-laminado-vinilico

Quer reformar a casa sem perder tempo?? Existem dois tipos de pisos incríveis que ajudam você a reformar de forma rápida e sem sujeira, são eles: PISO VINÍLICO e o PISO LAMINADO. Mas qual será a diferença entre eles, isso é o que vamos explicar no post de hoje 🙂

PISO VINÍLICO:

Do que é feito: o piso vinílico é feito com cloreto de vinila, ou PVC. O material vem em placas, réguas ou mantas.

Vantagens: abafa ruídos de passos e ajuda a conservar a temperatura dos ambientes. Como é protegido por resina de poliuretano, mancha muito pouco e é antialérgico. E não faltam opções de estampas! O produto pode ter desde cores vibrantes à aparência discreta.

Instalação: O contrapiso deve estar bem nivelado,  para criar essa superfície, a melhor maneira é aplicar uma massa niveladora, composta por cola e cimento. Com a mistura é possível aplicar o piso sobre superfícies não tão lisas, como cerâmica ou pedras polidas. O passo seguinte é colar ou encaixar o revestimento e esperar secar. É uma má ideia instalar o vinílico sobre materiais que podem apodrecer, como madeira e laminado.

Limpeza:  resiste a manchas e à proliferação de bactérias. No dia a dia, basta varrer com uma vassoura de pelo ou passar um rodo com pano umedecido. Se quiser uma limpeza mais profunda, use tecido com água e sabão neutro.

Onde instalar: deve ser instalado em ambientes internos que receba pouca luz

PISO LAMINADO:

Do que é feito: é composto por camadas de materiais derivados da madeira, como aglomerado e painel de madeira de alta densidade (HDF). A camada superior recebe uma estampa decorativa, impregnada com resina. O revestimento vem em réguas; pode ser instalado por encaixe ou cola sem cheiro.

Vantagens: Muito fácil de instalar, pode ser usado 1 dia após a instalação, em caso de mudança, pode ser levado para casa nova e reinstalado, é considerado flutuante, ou seja, o piso é de fácil adaptação, duração média varia de 5 a 16 anos

Instalação: também precisa de um contrapiso seco, limpo e nivelado, mas aceita variações de até 3 mm a cada 1,5 m de extensão. Por isso, pode cobrir pedra, concreto e cerâmica, desde que a superfície receba uma manta regularizadora, feita dos plásticos polietileno ou poliuretano. O produto pode ser instalado com cola ou com sistema de encaixe. É preciso deixar um espaço de dilatação entre as bordas do piso e a parede. E também vale à pena contratar um instalador, que pode avaliar o contrapiso.

Limpeza: Limpe o laminado com aspirador de pó ou vassoura de cerdas suaves passados no sentido das réguas – mas cuidado para não raspar a superfície. Depois passe um pano úmido com sabão neutro (lembre de torcer bem). Manchas exigem detergente e álcool. Tinta, verniz e graxa saem com querosene, tíner ou aguarrás.

Onde instalar:  vai bem em áreas secas e com temperatura amena, com quartos, salas ou escritório

Bom pessoal, é isso espero que tenham gostado das dicas!! 🙂 Lembre-se de que se estiver fazendo reforma ou construindo peça nossa consultoria e orçamento sem compromisso através do nosso formulário de contato ou ligue (11) 2595-4700, estamos localizados na cidade de Santo André. Um grande abraço!! e até mais!! 🙂 🙂


Fonte: revista casa
fotos: divulgação