CORTINEIRO DE GESSO: DETALHE QUE FAZ A DIFERENÇA

O forro de gesso pode ter muito mais utilidade do que você imagina. Pensado em conjunto com essa técnica, o cortineiro de gesso é capaz de criar um acabamento perfeito na sua cortina e deixar o ambiente ainda mais bonito.

 

Esse recurso é muito usado para esconder imperfeições e apresenta três modelos diferentes. Conheça e veja qual deles se encaixa melhor na sua casa! Embutido O cortineiro aproveita o gesso já construído e a cortina é instalada entre a parede e o forro (veja na foto). É um modelo mais moderno e pode ser utilizado também em uma sanca aberta. Se for iluminado, fica ainda mais charmoso e aconchegante!

Embutido

thinkstockphotos-497665566_0 (1)O cortineiro aproveita o gesso já construído e a cortina é instalada entre a parede e o forro (veja na foto). É um modelo mais moderno e pode ser utilizado também em uma sanca aberta. Se for iluminado, fica ainda mais charmoso e aconchegante!

 

Sobreposto

cortineiro-gesso-11Essa versão utiliza uma moldura de gesso abaixo do forro e, por isso, o cortineiro fica aparente, mas esconde o trilho da cortina e fica lindo! É bom ressaltar que a peça usada para a moldura pode ser lisa ou desenhada. Essa última opção oferece uma elegância a mais ao cortineiro.

O melhor é que esse modelo pode servir também para ambientes sem forro. Basta fixar o cortineiro no teto!

Iluminado

img17Se o cortineiro for embutido, você pode optar por incluir também uma iluminação. O mais bacana é que as luzes tiram proveito da cortina, que passa a refletir e distribuir a luz.

Essa iluminação pode ser mais intensa para dar suporte às luzes do ambiente ou mais leve para criar um efeito moderno e acolhedor.

Você não vai se arrepender de aderir a essa técnica. Fica um encanto!

Fonte: Placo


Para mais informações e pedido de orçamento deixe seus dados no formulário abaixo que em breve entraremos em contato:

CORTINEIRO CAIXA

CORTINEIRO CAIXA

Quando você opta por usar uma cortina de trilho, ou uma persiana pode notar que na parte superior da cortina, onde ela se encaixa no trilho, fica faltando acabamento.

Há algum tempo atrás era bem comum o uso de “caixinhas” de madeira para esconder esta emenda mas hoje o mais indicado pelo acabamento é o cortineiro de gesso.

O cortineiro é uma peça geralmente pensada em conjunto com o desenho do forro de gesso do ambiente, ou seja, é necessário que a cortina chegue até próximo ao teto para que esse elemento possa ser utilizado.

Há dois tipos de cortineiro: o embutido e o sobreposto ao teto. Os cortineiros embutidos são os que ficam internos ao forro e os sobrepostos são os que utilizam uma peça abaixo do forro para o acabamento. Também há no mercado os cortineiros iluminados, para quem quer dar destaque as janelas e cortinas. Mas isso é outro assunto…

Quanto as dimensões, a profundidade ideal da peça é 15cm e a mesma medida pode ser considerada para o afastamento da parede. Nas laterais da cortina pode-se deixar de 10 a 20cm para o encaixe do trilho


Para mais informações ligue (11) 2597-4700 ou deixe seus dados no formulário abaixo que retornaremos: