Faça pequenas reformas com Drywall

As mais avançadas tecnologias no setor da construção civil não precisam necessariamente ser utilizadas na execução de novos empreendimentos. Elas podem estar presentes em simples reformas, e proporcionar inúmeras vantagens técnicas, estéticas e financeiras.
O sistema assegura uma reforma rápida, com prazo definido, gerando menos entulho ou transtornos e tem preço 50% mais acessível.

Cada vez mais popularizado no País, o sistema de paredes, forros e revestimentos em drywall é uma dessas tecnologias, e tem conquistado arquitetos e engenheiros, que optam por esse processo em seus projetos de reforma. O drywall oferece inúmeras vantagens, que podem gerar uma economia de até 50% na reforma, sem contar com a redução de até 30% no índice de desperdício e com os entulhos tão indesejáveis numa obra.

Vantagens

Em virtude da facilidade de instalação do produto, o período de execução é muito mais curto e definido. Uma parede de 3 x 10 m, por exemplo, é erguida em dois dias, contando com o acabamento. Primeiro ergue-se a estrutura metálica, executada com montantes de aço galvanizado, que vai do chão até a laje. Nela, parafusam-se as placas de gesso de uma face da parede. Em seu interior são fixadas as instalações elétricas e hidráulicas, que permanecem totalmente ocultas. Logo em seguida, vem o fechamento da outra face da parede.

gesso_acartonado

As paredes em drywall têm espessuras menores que as convencionais, o que aumenta a área útil entre 5 e 7 cm. Podem ser retas ou curvas, e receber qualquer tipo de acabamento: pintura, azulejo, mármore ou fórmica. Mesmo com paredes mais finas, o isolamento acústico em drywall é igual e. em alguns casos, até superior às alvenarias, porque utiliza painéis de lã mineral como revestimento entre as placas de gesso.

A mesma rapidez que se tem na aplicação, aparece na necessidade de uma futura manutenção. No caso de problemas hidráulicos ou falhas na fiação elétrica, por exemplo, o único trabalho é detectar o lugar exato, cortar a placa e reparar o defeito. Sem sujeira ou barulhos estrondosos, depois de feito o reparo, o instalador restaura a parede em drywall. 

e2c9537295383b47251f8b1ed7ceb53e

Para o seu conhecimento

O sistema construtivo em drywall é executado com placas de gesso, compostas por um miolo de gesso e aditivos, envolto por cartão especial. A soma desses elementos, resistentes a esforços de compressão, resultam em uma superfície de revestimento ideal para acabamento.

5

A Elegancy Forros comercializa e instala drywall, basta solicitar seu orçamento no formulário abaixo:

 

Fonte: Forum da construção

Anúncios

12 motivos para você utilizar parede drywall

Este é um post para desmistificar a parede drywall. Para quem ainda tem dúvidas sobre este tipo de construção, veja abaixo 12 motivos para utilizar a parede drywall em sua casa, apartamento, escritório, empresa, indústria. O drywall já está presente há mais de 20 anos no Brasil e é uma inovação em economia de tempo e material na sua obra, além de gerar menos entulho e menos sujeira.

  1. A Parede Drywall é mais fina em sua espessura, proporcionando um aumento de até 5% na área útil dos ambientes;
  2. O peso do drywall acabado é menor, inclusive reduzindo a necessidade de algumas vigas e pilares, diminuindo a carga total da estrutura e fundação da edificação;
  3. Com o gesso acartonado é possível obter um ótimo isolamento acústico e térmico, dependendo da estrutura interna projetada pode até ser melhor que o desempenho da alvenaria;
  4. É resistente ao fogo, pois 20% do seu peso é composto por água, reduzindo a propagação da chama. Existem modelos de placas que atendem com melhor desempenho ao quesito “resistência ao fogo”;
  5. Praticidade nos projetos de instalações elétricas (lembrando que as caixas deverão ser específicas para parede de Drywall), hidráulicas, de gás, de telefone e outras são de fácil execução.
  6. Utiliza materiais que segue normas rígidas de fabricação ;
  7. É de fácil execução, por utilizar um sistema pré-fabricado modulado: através de marcações, as guias são facilmente instaladas, sendo parafusadas no piso e no teto, reduzindo o tempo de obra e de custos com os prestadores de serviço;
  8. Sistema de construção a seco: não existe umidade durante a sua construção, descarta pouco material e produz pouco resíduo (evitando perdas e proporcionando mais higiene e limpeza);
  9. A parede drywall pode receber vários tipos de acabamentos: como pintura, textura, colocação de azulejos e pastilhas, revestimentos com papel de parede, lambris de madeira e até mesmo revestimento com mármore e granito;
  10. O seu acabamento é muito bom e proporciona uma superfície única, com um aspecto liso.
  11. Caso sejam necessários reparos ou manutenção,  também não haverá toda aquela sujeira e quebradeira que as paredes comuns de tijolos ou blocos fazem.
  12. É mais barato construir com drywall do que com alvenaria convencional. Quando comparado com o sistema construtivo tradicional (em alvenaria), o custo é cerca de 10% menor – segundo, por exemplo, um estudo de caso apresentado na Revista Pini “Gesso Acartonado x Alvenaria de bloco cerâmico”.

Fonte: Blog do drywall


Para mais informações e pedido de orçamento fale conosco pelo whatsapp (11) 95618-5104 ou deixe seus dados no formulário abaixo que em breve retornaremos

Iluminação em forro e sanca de gesso

pop-board-500x500

A iluminação da casa é uma questão muito importante na hora de construir ou decorar. Afinal, um ambiente bem iluminado, com pontos corretos de luz, se torna mais amplo, moderno e aconchegante.

Mas você sabia que a iluminação em forro e sanca de gesso é uma alternativa cada vez mais usada no design de interiores, por sua praticidade e sofisticação?

Para não restar dúvidas na hora de iluminar a residência, preparamos aqui um guia definitivo sobre esse assunto. Acompanhe!

Tipos e efeitos de iluminação em gesso

A sanca de gesso é como uma moldura e fica na parte em que o forro e a parede se encontram. Ela pode ter vários modelos, que geram diferentes efeitos de iluminação. Confira alguns:

  • sanca aberta: as lâmpadas ficam embutidas dentro da sanca. A luz reflete no teto, formando uma iluminação indireta e dispersa;
  • sanca fechada: é completamente fechada em gesso e a iluminação é feita por meio de luzes pequenas, chamadas de spots;
  • sanca invertida: a sanca invertida possui o meio fechado e os cantos entre a sanca e a parede abertos. A iluminação interna fica invisível e reflete nas paredes e teto;
  • forro de gesso: o forro de gesso é um espaço que fica afastado alguns centímetros da parede, criando um pequeno vão e a impressão de que o teto está flutuando. Diferencia-se da sanca invertida porque, nesse caso, os pontos de luz não ficam embutidos e refletindo na parede ou no teto. A iluminação é feita de forma direta, por meio de spots.

Cuidados na hora da construção

Para fazer a iluminação em forro e sanca de gesso é preciso que o pé direito do ambiente perca pelo menos 12 cm. Assim, a luz pode ser direcionada para determinado espaço do ambiente.

Os modelos mais usados de luminárias são os spots, por causa do seu tamanho pequeno e pela facilidade com que podem ser direcionadas.

Prós e contras da iluminação em forro e sanca

Além da versatilidade que os forros e sancas de gesso oferecem à iluminação, eles também são vantajosos em questões estruturais. O gesso permite a criação de diversos formatos pré-moldados, com acabamento impecável.

É um isolante térmico e acústico, protegendo a casa de barulhos externos e mantendo a temperatura do ambiente agradável. Além disso, a facilidade na manutenção permite que problemas como vazamentos possam ser resolvidos facilmente, sem precisar fazer grandes reformas.

Fonte: http://www.eletroenergia.com.br/

Para mais informações e pedido de orçamento deixe seus dados no formulário abaixo que retornaremos:

Divisórias

divisorias

Indicadas para o planejamento de salas e escritórios, com soluções que se adaptam perfeitamente a todos os tipos de projetos, dominam há décadas o mercado. Para quem necessita de urgência na montagem e praticidade, sem dores de cabeça. As divisórias são encaixadas e fixadas em perfis de aço naval de acordo com o projeto do cliente. Podendo ser colocados módulos de vidro liso ou plus, portas em Eucatex e de correr. Com disponibilidade de painéis com 35 e 48mm e cores variadas.

Divisória em eucatex revestida em fórmica melamínica com miolo, colmeia estruturada em aço naval. Perfil preto. Os painéis são formados por fórmica melamínica produzido à partir de resinas termo-fixas sobre uma tela de fibra depositada à ar, termo-prensadas com miolo em colmeia de media gramatura, malha de1 polegada ou miolo em lã de vidro com densidade de 40 kg/m³, também miolo em lã de rocha com densidade de 48 Kg/m³, assim como miolo em poliestireno expandido (isopor), com densidade de 10 Kg/m³.

Estruturado com travessas, montantes, cimalhas, guias, perfil de canto, rodapé de encaixe removível e outros, são confeccionados em perfis de aço estruturado.
Seu perfilado é composto por chapa de aço galvanizado # 0,50 mm / Revestimento B zinco275 g / m² / Pintado eletrostaticamente.

Divisórias já são utilizadas a muitos anos. Desde muito tempo atrás muitas industrias, comércios e consultórios já utilizavam divisórias para delimitar áreas especificas. Naquela época era utilizados lambril de madeira e até mesmo construções permanente em alvenaria.
A grande questão para divisórias construídas dessa forma, como exemplo da alvenaria, ela tem muito peso, muita sujeira e leva muito tempo para ser construída, alem de se tornar uma divisória permanente, sem a menor possibilidade de ser remanejada. No caso das divisórias feita em lambril, o problema é o cheiro do verniz, a impossibilidade de remanejamento e o tempo que leva-se para construir a divisória.
Uma grande industria foi fundada em 1951, e viu a necessidade de se criar algo mais moderno, e pratico,então foi desenvolvida as Divisórias de Eucatex. Essas divisórias caíram como uma luva para ser usadas em comércios, industrias, e depósitos. Essas divisórias tinham como vantagem ótimo acabamento, pouca Mao de obra, velocidade na montagem, peso muito reduzido, e a comodidade de ser remanejada no momento em que fosse necessário para expansão ou diminuição da empresa.
Milhares de metros quadrados de divisórias foram montados e fizeram e fazem parte da construção brasileira. Na época não havia muitas opções de cores nos painéis que formavam as divisórias, elas eram produzidas em tons bege, cinza e cor de madeira, como mogno e cerejeira. O perfilado que era necessário para montagem das divisórias, tinha poucas opções de core, tais como preto, ocre, e até de alumínio. Essa configuração para montagem das divisórias foram utilizadas por muito tempo, más chegou a um ponto que os consumidores queriam algo diferente, queria mais modernidade para suas divisórias, foi ai que mais uma vez os fabricantes de painéis de divisórias se fizeram presente. Adicionaram mais opções de cores para os painéis de divisórias, e mais opções de tons para o perfilado.
Hoje os painéis de divisórias possuem varias opções de cores tais como: Areia jundiá, Areia Perola, cinza cristal, cinza cobalto, Ciliegio Claro, Teka Milano, Marfim, Carvalho Maiorca. Alem de painéis de divisórias com varias opções de cores, ainda foi adicionado mais opções de cores para o perfilado que une as divisórias, como por exemplo: O tradicional alumínio natural, e metálicos preto, branco, cinza, prata, bege e ocre. Todos os perfilados metálicos são pintados com tinta epox, em um sistema de aplicação eletrostático, que deixa o perfilado das divisórias com muito mais acabamento.
Hoje na hora de realizar seu projeto, tendo um bom gosto e criatividade, pode-se criar divisórias diferenciadas com muito estilo e arrojo. Isso tudo com preço baixo, sem abrir Mao da qualidade.
Vai aumentar, modificar, ou diminuir seu escritório, separar setores, e até mesmo isolar mercadorias, consulte um dos nossos profissionais para criar espaços e posicionar suas divisórias.

foto divulgação/internet

Deixe seus dados no formulário abaixo que retornaremos:

Drywall permite criar mobiliário

 

post-drywall20

Estantes, balcões de bares residenciais ou de recepções de escritórios e hotéis, divisórias baixas, bancadas, estações de trabalho, paredes diferenciadas com recortes e nichos são alguns exemplos de soluções que podem ser executadas em drywall. Isso explica por que esta tecnologia, que já conquistou grande parte do mercado brasileiro da construção civil por sua leveza, flexibilidade e facilidade de execução, entre outras vantagens, está se tornando também uma das grandes aliadas da arquitetura de interiores no país.

O segredo, para que os profissionais do setor exerçam sua criatividade mais livremente nessa área, está em dominar o projeto e a montagem das estruturas desses elementos, que são formadas pelos mesmos perfis de aço galvanizado utilizados em paredes, tetos e revestimentos de drywall. A explicação é do Eng. Carlos Roberto de Luca, da Comissão Técnica da Associação Brasileira dos Fabricantes de Chapas para Drywall, que complementa: “Uma estrutura corretamente executada é essencial para a posterior aplicação das chapas para drywall, seja em soluções retilíneas, seja em curvas. Esses elementos podem conter em seu interior fiação elétrica, tubulações hidráulicas, cabeamento de computadores e, ao final, podem receber qualquer tipo de acabamento, desde uma simples pintura ou textura até aplicação de laminados, cerâmica, mármore e granito”.

fonte: site drywall.org

foto: retirada da internet

Drywall é resistente?

post-drywall1-2

Drywall é resistente?

Totalmente. As estruturas metálicas são fabricadas em aço galvanizado para garantir a resistência do Drywall aos impactos normais do dia-a-dia. O sistema é testado em laboratório dentro dos mais rígidos critérios, para que o Drywall suporte, com toda a segurança, portas, armários, estantes etc.


Para mais informações ligue (11) 2595-4700 ou deixe seu pedido de orçamento no formulário abaixo:

FORMULÁRIO DE ORÇAMENTO

Como fazer decoração com gesso

 

1gesso

 

Uma das decorações mais desejadas que existem, a decoração com gesso transforma o ambiente e é muito utilizada para quem quer um local elegante e cheio de estilo.

O mais comum são os tetos rebaixados e a iluminação embutida nas placas de gesso, principalmente quando o teto é muito alto, essa abaixadinha que o gesso dá deixa o ambiente mais gostosinho e aconchegante.

Essa iluminação embutida é muito moderna e você ainda pode usar pontos de luz e usar lâmpadas de LED, nada mais chique né?!

Caso haja qualquer imperfeição nas paredes ou teto, nada melhor que a decoração com gesso para disfarçar isso. Falando em disfarças, você pode usá-lo como uma espécie de bandô, escondendo o varão da cortina por baixo, isso vai deixar sua sala ou quarto muito elegante.

A decoração em gesso também ajuda a quem mora em lofts ou quitinetes de espaço único a separar os ambientes, você pode usar paredes em Drywall em vez de subir paredes com tijolos.

O gesso pode inclusive ser utilizado na mobília. Se você quer montar o seu apê todo planejado, pode fazer guarda roupas, estantes, mesas de cabeceira e até cômodas em gesso, basta que sejam usadas placas mais resistentes.

A iluminação acoplada é bem legal se você não que iluminar de forma igual o ambiente todo, você pode incluir pontos sobre quadros, objetos de decoração, espelhos ou até sobre a televisão.

Em quartos, a iluminação em pontos dá a opção de deixar a luz mais baixa, logo o ambiente fica mais aconchegante e propício para uma ótima noite de sono. Essa iluminação ajuda muito quem tem problemas de insônia.

Veja fotos exemplos retiradas da internet

Então é isso pessoal, espero que tenham gostado. Até o próximo post

Para mais informações ligue (11) 2595-4700 ou deixe seus dados no formulário que entraremos em contato


Fotos: divulgação/ internet
Fonte: blog decoração