A importância do gesso antes da instalação do piso

O que é preciso fazer numa construção a maioria das pessoas já sabe, mas a grande dúvida de muita gente é a ordem que se deve adotar para cada serviço. Ao contrário do que se pensa, faz muita diferença começar por um serviço ou outro, isso porque dependendo daquilo que vai se fazer, um serviço pode estragar completamente o outro já pronto e até mesmo trazer danos materiais para o dono do imóvel. É por isso que hoje vamos falar sobre a importância de fazer o gesso antes de instalar o piso de madeira.

O gesso no teto e nas paredes

Nem todo mundo opta pela aplicação do gesso em sua obra ou reforma, porém, ele é utilizado por muitas pessoas porque deixa a parede muito mais lisa e com acabamento bem mais suave, valorizando a pintura. O gesso é utilizado tanto nas paredes como no teto.Uma das preferências pelo gesso para acabamento final é porque ele é fácil de ser aplicado, não tem um custo muito alto e ainda é facilmente reparado caso sofra algum dano. Além de revestir a parede e o teto permitindo melhor toque e visual, o gesso ainda pode ser utilizado para vários detalhes que enriquecem a arquitetura e decoração dos espaços. Porém, mesmo trazendo tantas vantagens se não soubermos a hora certa de aplicar o gesso ele vai trazer muita dor de cabeça.

A hora certa de aplicar o gesso

Imagino que você esteja louco de vontade para ver como vai ficar seu piso de madeira novo instalado, não é mesmo? Mas, se você tiver muita pressa poderá se decepcionar com o resultado.Imagine a seguinte situação: seu piso novo instalado, seja piso de madeira ou porcelanato. Limpo, brilhando, perfeito, sem nenhum arranhão. E em seguida um gesseiro derrubando massa, ferramentas, andando pra lá e pra com os pés sujos… Já deu pra imaginar o tamanho do estrago.É por isso que o gesso sempre precisa vir antes do piso para que não tenhamos algumas surpresas desagradáveis como:Manchas: considere sempre que o trabalho com gesso envolve água. Creio que você já sabe que piso de madeira e água não combinam de modo algum, certo? Muito menos água e gesso no seu piso de madeira! O trabalho com gesso pode causar manchas no piso e acabar com o mesmo.Rachaduras: o gesseiro vai utilizar ferramentas diversas para conseguir fazer o trabalho. Vai passar com masseiras, vai utilizar escadas, réguas e ferramentas manuais. Considere tudo isso apoiado sobre seu piso de madeira novo, ou seu porcelanato delicado. Com certeza não vai dar nada certo e você corre o risco de encontrar rachaduras em função do serviço e do peso das ferramentas.Peças soltas: anda pra lá e pra cá, arrasta isso e empurra aquilo, sobe e desce da escada, algum esforço de mal jeito numa tábua, e pronto, já está ela solta, acabada de instalar e já solta por que sofreu danos. Não é admissível isso, é?Riscos: estes então serão certos se você fizer o serviço do gesso na parede e no teto depois de instalar o piso. Como disse anteriormente, o gesseiro vai utilizar muitas ferramentas, escadas e a masseira para conseguir preparar o gesso. Ele não vai conseguir trabalhar devagarinho para não riscar seu piso de madeira, afinal, certos movimentos são necessários e realmente não há como acreditar que o piso não sofrerá nenhum riso. Vai sofrer e muitos.Além desses problemas, você terá um outro ainda maior depois de tudo pronto: limpar!É por isso que o gesso na parede e no teto preciso ser feito antes de instalar seu piso de madeira ou qualquer outro material. O piso deve sempre vir por último, justamente porque enquanto há trabalho para ser feito as pessoas vão caminhar e transportar ferramentas e materiais por ali, então, para não ter problemas, o piso vem sempre depois!Fonte: Parque SPPara mais informações e pedido de orçamento para forros, pisos e divisórias drywall deixe seus dados no formulário abaixo que em breve retornaremos:

Anúncios

Que tipo de forro utilizar no quarto do bebê??

quarto-de-bebe-600x399

Olá pessoal, hoje estamos com mais uma dica: Que tipo de forro utilizar no quarto do bebê??

Os mais utilizados na área residencial são: acartonado ou em plaquinhas de gesso. As plaquinhas são mais baratas e fazem mais sujeira na instalação, porém o resultado final não dá diferença. Para quem está fazendo obra uma sujeira a mais não muda em nada, não é mesmo?

Com o forro, podemos embutir a iluminação e fazer diversos circuitos. A infra estrutura da elétrica para fazer os circuitos ficam entre o forro e a laje facilitando a execução.

O forro pode acontecer na extensão toda do quarto, ou apenas em uma parte. Dependendo do modelo dos spots de embutir e do tipo de forro a ser utilizado, rebaixar o forro em aproximadamente 12cm já são suficientes.

Uma vantagem para quem opta pela instalação do forro são os cortineiros. O cortineiro é um detalhe no qual os trilhos das cortinas ficam escondidos e muitas vezes podem ser iluminados. Com isso, você não vê a lâmpada, apenas a iluminação indireta na cortina, dá um belo efeito! Veja no exemplo abaixo:

cortina-para-quarto-de-bebe-menina

As molduras podem ou não acontecer, sendo na presença ou ausência do forro. Atualmente são utilizados as molduras mais retas, sem serem arredondadas. Veja exemplo abaixo:

02

Fotos: retiradas da internet

É isso pessoal, espero que tenham gostado. Para mais informações ligue (11) 2595-4700 ou deixe seus dados no formulário abaixo que retornaremos

Como planejar a reforma para fim de ano

reforma-natal

Muita gente aproveita os últimos meses do ano para realizar a tão sonhada reforma da casa. Além da chegada do 13º salário, existem inúmeros fatos que contribuem positivamente para isso, como as férias, a preparação para as festas de fim de ano e as grandes promoções.

Para isso é preciso se planejar, então separamos algumas dicas para vocês:

DEFINIÇÃO DE PRIORIDADES:

Nesta época do ano a prioridades é a sala de estar onde são recebidas as visitas. Neste caso é importante pensar na pintura, no forro de gesso, no piso da sala. Para ficar pronto tudo a tempo é importante se planejar.

PREVISÃO DE GASTOS E TEMPO:

Depois de definida a reforma que será feita e onde será feita, é importante definir o quanto irá gastar para não estourar o orçamento. É preciso fazer uma somatória geral do que será gasto, considerando mão de obra, material e, sobretudo quanto tempo há disponível para a reforma, que deverá ser alinhado com o profissional responsável.

MÃO DE OBRA:

A peça-chave para obter o resultado esperado da reforma é a contratação de um profissional qualificado e de confiança. E, principalmente, que entregue a obra na data certa, para não estragar sua festa de natal.

MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO:

A escolha dos materiais de construção é uma etapa importante na hora de reformar a casa. É fundamental que o cliente pesquise e avalie o melhor custo x benefício, levando em consideração também se o material se adéqua às metragens do espaço.

DE OLHO NAS QUALIDADES:

Outro ponto importante a ser considerado na reforma é o cálculo da metragem e a quantidade de produtos que serão utilizados


Para mais informações deixe seus dados no formulário abaixo que retornaremos:

Drywall permite criar mobiliário

 

post-drywall20

Estantes, balcões de bares residenciais ou de recepções de escritórios e hotéis, divisórias baixas, bancadas, estações de trabalho, paredes diferenciadas com recortes e nichos são alguns exemplos de soluções que podem ser executadas em drywall. Isso explica por que esta tecnologia, que já conquistou grande parte do mercado brasileiro da construção civil por sua leveza, flexibilidade e facilidade de execução, entre outras vantagens, está se tornando também uma das grandes aliadas da arquitetura de interiores no país.

O segredo, para que os profissionais do setor exerçam sua criatividade mais livremente nessa área, está em dominar o projeto e a montagem das estruturas desses elementos, que são formadas pelos mesmos perfis de aço galvanizado utilizados em paredes, tetos e revestimentos de drywall. A explicação é do Eng. Carlos Roberto de Luca, da Comissão Técnica da Associação Brasileira dos Fabricantes de Chapas para Drywall, que complementa: “Uma estrutura corretamente executada é essencial para a posterior aplicação das chapas para drywall, seja em soluções retilíneas, seja em curvas. Esses elementos podem conter em seu interior fiação elétrica, tubulações hidráulicas, cabeamento de computadores e, ao final, podem receber qualquer tipo de acabamento, desde uma simples pintura ou textura até aplicação de laminados, cerâmica, mármore e granito”.

fonte: site drywall.org

foto: retirada da internet

QUAL É O MELHOR TIPO DE FORRO?

forro-de-gesso-sala-de-estar-e-jantar

Não é tão difícil escolher o material mais adequado para sua obra. Você pode ter conforto térmico com um material barato, mas que vai durar menos, mas também pode ter o mesmo conforto com um material mais durável e mais caro. Tudo vai depender do seu planejamento e do que você espera para o resultado final da obra.

Seguem então as características dos nove principais tipos de forro para ajudar você nessa importante decisão:

Forro de bambu

foto-forro-de-bambu-3Moderno e resistente, ele também aparece como alternativa sustentável, já que em três anos essa gramínia de crescimento rápido está pronta para o corte. Por seu formato natural, o bambu tem um bom nível de isolamento acústico.

É importante verificar a procedência do mesmo. Há métodos de secagem e cozimento que diminuem as chances de o material ser atacado por brocas e fungos. Uma placa de cimento amianto e uma manta asfáltica protegem o forro de bambu de uma eventual infiltração nas telhas.


Forro de madeira

forro-de-madeira-801942

Réguas de cedrinho, angelim, perobinha, jatobá são boas opções para forros, pois têm elevada resistência ao ataque de cupins.

Os forros de madeira são painéis para revestimento com qualidade estética e acústica, ideais para estabelecimentos como auditórios, teatros, salas de reunião, escritórios e hotéis.


Forro de gesso

forro_gesso_1

Forros confeccionados com placas de gesso de diversos tipos, gesso comum, gesso especial, pode receber diversos tipos de acabamento.

O acabamento do forro acartonado, pode ser efetuado de diversas formas, receber pintura, revestimento de fórmica, dependendo da umidade do local.

Forros feitos em gesso comum ou estrutural têm alta resistência e beleza com isolamento térmico e acústico.


Forro de isopor

forro-isopor-0

Poliestireno expandido, são placas de isopor com aplicação de massa acrílica – material impermeável na cor branca – que apresentam bom acabamento, proporcionando economia pela diminuição de consumo de energia do ar-condicionado,  permitindo instalar aparelhos de menor potência. Os forros de isopor, oferecem economia, perfeição e segurança.


Forro metálico

167-forro-metalico-2

Ideais para novos ambientes ou mesmo para renovação daqueles que já possuam forros rebaixados e queiram ter os ganhos de beleza e da nobreza do aço.

O forro metálico apresenta grande variedade de formas, fácil remoção, resistência à umidade, baixo isolamento térmico e absorção acústica deficiente.


Forro mineral

forro-mineral01

O forro de fibra mineral apresenta um desempenho superior em tratamento acústico, resistência ao fogo e resistência à umidade, retardando ou até inibindo o desenvolvimento de mofo e fungos. O forro mineral é indicado para ambientes comerciais em geral. É modulado e removível, diferenciando-se dos sistemas comuns, pois apresenta flexibilidade e diversos tipos de acabamento com variadas texturas.


Forro de PVC

pvc

O PVC (cloreto de polivinila) é um material plástico que se obtém a partir de duas matérias primas naturais: o petróleo (43%) e o sal (57%). Isto faz do PVC um dos materiais mais econômicos em termos de uso de recursos não renováveis. É também o plástico mais estudado a nível mundial e é totalmente reciclável.

Diferentemente de outros tipos de forro, o PVC é inócuo, durável, não propagador de chama, isolador térmico, elétrico e acústico, resistente ao ataques, intempérie, corrosão, além de ser extremamente leve.


Forro de lã de rocha

forro-rocha de la

São painéis em lã de rocha basáltica de alta densidade, rígidos revestidos em sua face visível com um filme de PVC texturizado e autoextinguível. Devido à sua alta resistência térmica, auxilia na conservação de temperaturas em ambientes climatizados e proporciona conforto térmico em condições naturais. Apresenta valores de reflexão de luz da ordem de 79% e resistência ao fogo.


Forro de lã de vidro

foto2-coop

O forro de lã de vidro é o isolante termo-acústico mais comum usado na construção civil, pois colabora com o conforto térmico e acústico dos prédios comerciais e residenciais. Esse forro é produzido em forno alto, à partir de sílica e sódio, aglomerados de resinas sintéticas, desenvolvidas para melhorar o isolamento termo acústico. As placas são removíveis, permitindo o acesso a sobre o forro.

Fotos: retiradas da internet


Consulte nossos preços, peça orçamento sem compromisso!! Fale conosco pelo whatsapp https://wa.me/5511956185104… ou deixe seus dados no formulário abaixo que em breve retornaremos:

Saiba a diferença entre os tipos de forros mais usados

forros

 

Apesar de não serem necessários, os forros tem sido cada vez mais utilizados na arquitetura brasileira. Funcionando como uma parte importante do acabamento, o material pode facilitar as instalação elétricas e luminotécnicas e auxiliam no conforto térmico e acústico.

Muitos materiais estão disponíveis no mercado e a escolha pode depender de vários fatores como o valor do m2, custo da mão de obra para cada material, conforto, manutenção, durabilidade e é claro, estética.

Confira as principais opções e suas vantagens:

Forro de gesso

17Provavelmente é o material mais comum em obras residenciais no Brasil. Isso traz a vantagem de existirem muitas empresas e autônomos especializados no assunto.

O sistema consiste em anexar uma superfície de gesso à cobertura através de arames, de forma que o usuário veja apenas um plano liso. Por isso, uma das suas mais destacadas vantagens é o seu aspecto estético.

O forro de gesso pode ganhar inúmeras formas e desenhos e a criação de sancas fica mais fácil com esse tipo de produto. Projetos que planejam iluminação embutida encontram no material um grande aliado.

Lembre-se que existem dois tipo de forro de gesso e as duas possuem processos de instalação e qualidades diferentes. A placa de drywall é uma placa de gesso revestida de papel acartonado. Além de propiciar maior conforto térmico e acústico, trincas e amarelamento são raros de acontecer.

A desvantagem desse sistema é que ele possui preço bem mais elevado que o gesso comum. Isso acontece porque a instalação do material mais tradicional não necessita de perfis, montantes, parafusos, etc.

O gesso comum é mais conhecido e a sua instalação é bem trabalhosa. Ele precisa de alinhamento e de ser plumado, o que causa muita sujeira na hora de sua instalação.

Forro de PVC

forro-de-pvc-na-sala-de-estar-modernaO forro de PVC é um material que rapidamente se popularizou, principalmente pelo seu preço. O material é bem leve e possui fácil instalação. Ele pode ser limpo com apenas água e detergente neutro e não necessita de uma camada de tinta, já que o PVC possui cor e brilho natural.

Sua vantagem inclui: excelente isolante acústico e térmico, não sofre alteração em contato com a umidade e é imune ao ataque de cupins.

Um lado negativo do forro de PVC é seu apelo estético. Seu acabamento, apesar de ter se modernizando, apresenta uma linha mais ou menos restrita.

Forros modulares

imagesSão muito comuns em escritórios e ambientes corporativos. O material está no mercado há um bom tempo e sua tecnologia está sempre sendo renovada.

Consistem em um conjunto de placas apoiadas sobre estruturas metálicas que ficam semi-aparentes na maioria das vezes. Isso facilita a instalação de outros dispositivos, como sprinklers, detectores de fumaça, alarmes e fácil acesso a rede elétrica.

O tipo de fechamento determina o desempenho acústico e térmico, assim como o seu preço final.

Confira outros tipos de forro disponíveis no mercado na nossa galeria, como o fechamento de bambu, muito popular em construções litorâneas.

Foto: divulgação


Consulte nossos preços, peça orçamento sem compromisso!! Fale conosco pelo whatsapp https://wa.me/5511956185104… ou deixe seus dados no formulário abaixo que em breve retornaremos:

 

FORRO DE PVC OU FORRO DE ISOPOR – QUAL MELHOR TIPO DE FORRO?

Na hora de fazer o acabamento do teto ou até mesmo o rebaixamento de um teto de uma residência ou escritório surgem algumas dúvidas sobre qual o melhor material para ser utilizado nessas obras. Temos que levar em consideração algumas características próprias de cada material antes de escolher qual é o melhor e qual mais combina com estilo de acabamento que o cliente procura. Dois materiais muito comuns que são sempre utilizados em escritórios e residências são os forros de PVC e os forro de isopor, a melhor maneira de escolher entre os dois é fazer a análise desses dois diferentes materiais para então decidir qual dos dois se encaixa mais com o orçamento, o gosto e qual combina mais com o ambiente a ser instalado.

FORRO DE PVC

forro-pvc

O forro de PVC é muito utilizado, pois é um material que combina com qualquer lugar e possui uma facilidade extrema na sua instalação, podendo ser colocado em qualquer ambiente por pessoas sem nenhum tipo de experiência na área de construção ou decoração de ambientes internos.Por causa de seu tamanho sucesso, existem diversos tipos de forros de PVC e também outras utilidades para o PVC. Os clientes tem um variado leque de opções quando se trata de formato, cor, espessura e tamanho, permitindo que a escolha seja ideal para qualquer tipo de ambiente a ser decorado.

Confira abaixo algumas das características individuais do forro de PVC e entenda o motivo de tantas pessoas o escolherem como forro para suas residências e comércios.

  • Leve (1,4 g/cm3) – o que torna muito fácil o manuseio e a aplicação nos acabamentos;
  • Grande resistência na ação de bactérias, fungos, roedores e insetos;
  • Apresenta uma grande resistência à maioria dos produtos químicos;
  • Fácil limpeza;
  • É um bom isolante térmico, acústico e elétrico;
  • Impede a propagação de chamas: não é inflamável e termina o fogo;
  • Grande versatilidade e amigo do meio ambiente;
  • Seu material pode ser reciclado e também pode ser feito de material reciclado;
  • Sólida superfície e resistente a choques elétricos.
  • Possui impermeabilidade contra substâncias gasosas e líquidas.
  • Material que apresenta grande resistência contra sol, chuva, vento ou maresia.
  • Grande durabilidade: a vida útil de um forro em PVC conservador em boas condições dura no mínimo 50 anos.

FORRO DE ISOPOR

isopor

As placas de isopor utilizadas nos tetos de empresas, salas comerciais ou até mesmo em residências apresentam uma grande vantagem em relação custo-benefício, pois se trata de um material com um preço relativamente baixo se comparado a outros materiais com a mesma finalidade. Além de seu baixo custo é importante destacar que os forros de isopor também atendem suficientemente as necessidades de isolamento térmico e acústico com um desempenho adequado, contando ainda com a facilidade de ser montado em pequenas placas de fácil instalação e remoção. Confira abaixo algumas outras características das placas de isopor utilizadas como forro:

  • Montagem rápida e limpa;
  • Possuem tamanho padrão de mercado, facilitando o encaixe com qualquer suporte;
  • Fácil passagem de fiação elétrica;
  • Possibilidade de remodelação do ambiente;
  • Seu material não propaga chamas;
  • São extremamente leves, não sobrecarregando ou forçando a estrutura do telhado;
  • Menor custo da categoria de forros removíveis;
  • Bom isolamento térmico e acústico.

Portanto a escolha de qual é o melhor forro para se instalar vai depender do gosto e orçamento do cliente, de qualquer forma, os dois forros apresentam características e vantagens exclusivas e são boas opções para seu forro.


Mais informações ligue (11) 2595-4700 ou deixe seu pedido de orçamento no formulário abaixo: