12 motivos para você utilizar parede drywall

Este é um post para desmistificar a parede drywall. Para quem ainda tem dúvidas sobre este tipo de construção, veja abaixo 12 motivos para utilizar a parede drywall em sua casa, apartamento, escritório, empresa, indústria. O drywall já está presente há mais de 20 anos no Brasil e é uma inovação em economia de tempo e material na sua obra, além de gerar menos entulho e menos sujeira.

  1. A Parede Drywall é mais fina em sua espessura, proporcionando um aumento de até 5% na área útil dos ambientes;
  2. O peso do drywall acabado é menor, inclusive reduzindo a necessidade de algumas vigas e pilares, diminuindo a carga total da estrutura e fundação da edificação;
  3. Com o gesso acartonado é possível obter um ótimo isolamento acústico e térmico, dependendo da estrutura interna projetada pode até ser melhor que o desempenho da alvenaria;
  4. É resistente ao fogo, pois 20% do seu peso é composto por água, reduzindo a propagação da chama. Existem modelos de placas que atendem com melhor desempenho ao quesito “resistência ao fogo”;
  5. Praticidade nos projetos de instalações elétricas (lembrando que as caixas deverão ser específicas para parede de Drywall), hidráulicas, de gás, de telefone e outras são de fácil execução.
  6. Utiliza materiais que segue normas rígidas de fabricação ;
  7. É de fácil execução, por utilizar um sistema pré-fabricado modulado: através de marcações, as guias são facilmente instaladas, sendo parafusadas no piso e no teto, reduzindo o tempo de obra e de custos com os prestadores de serviço;
  8. Sistema de construção a seco: não existe umidade durante a sua construção, descarta pouco material e produz pouco resíduo (evitando perdas e proporcionando mais higiene e limpeza);
  9. A parede drywall pode receber vários tipos de acabamentos: como pintura, textura, colocação de azulejos e pastilhas, revestimentos com papel de parede, lambris de madeira e até mesmo revestimento com mármore e granito;
  10. O seu acabamento é muito bom e proporciona uma superfície única, com um aspecto liso.
  11. Caso sejam necessários reparos ou manutenção,  também não haverá toda aquela sujeira e quebradeira que as paredes comuns de tijolos ou blocos fazem.
  12. É mais barato construir com drywall do que com alvenaria convencional. Quando comparado com o sistema construtivo tradicional (em alvenaria), o custo é cerca de 10% menor – segundo, por exemplo, um estudo de caso apresentado na Revista Pini “Gesso Acartonado x Alvenaria de bloco cerâmico”.

Fonte: Blog do drywall


Para mais informações e pedido de orçamento fale conosco pelo whatsapp (11) 95618-5104 ou deixe seus dados no formulário abaixo que em breve retornaremos

Anúncios

4 vantagens do teto de gesso

520a6f699274d

1. Iluminação garantida

Esse é o principal motivo para as pessoas instalarem o gesso no ambiente. Sabemos que a iluminação é o ponto forte na decoração, e consequentemente, levará aconchego ao ambiente. Neste caso, embutir luminárias, brincar com os modelos (ora trilhos, ora spots), fazer rasgos de luz, instalar pendentes em qualquer lugar são um dos quesitos do teto do gesso.

2. Uniformizar a estrutura aparente

Todas as imperfeições da parede e as vigas aparentes ficam ocultas com a colocação do teto de gesso.

3. Passar fios e cabos

Percorrer os fios e encanamentos para uma outra área da casa é algo comum na reforma, como ocorre com redes de TV a cabo ou com a tubulação do ar condicionado. Qualquer tipo de passagem elétrica e hidráulica pode ser escondida com o teto de gesso, sem a necessidade de quebrar parede ou piso.

4. Decoração

Seja criativo e projete corretamente seu teto de gesso junto com o layout dos mobiliários. Com ele é possível criar níveis no teto, deixando uma parte rebaixada e a outra não, uma parte curvada e o restante com aspecto liso, inserir molduras, acabamentos e etc.

20180220teto-de-gesso-3-1

Fonte: decorfacil

Fotos: retiradas da internet


Para mais informações e pedidos de orçamento deixe seus dados no formulário abaixo que em breve retornaremos;

Iluminação em forro e sanca de gesso

pop-board-500x500

A iluminação da casa é uma questão muito importante na hora de construir ou decorar. Afinal, um ambiente bem iluminado, com pontos corretos de luz, se torna mais amplo, moderno e aconchegante.

Mas você sabia que a iluminação em forro e sanca de gesso é uma alternativa cada vez mais usada no design de interiores, por sua praticidade e sofisticação?

Para não restar dúvidas na hora de iluminar a residência, preparamos aqui um guia definitivo sobre esse assunto. Acompanhe!

Tipos e efeitos de iluminação em gesso

A sanca de gesso é como uma moldura e fica na parte em que o forro e a parede se encontram. Ela pode ter vários modelos, que geram diferentes efeitos de iluminação. Confira alguns:

  • sanca aberta: as lâmpadas ficam embutidas dentro da sanca. A luz reflete no teto, formando uma iluminação indireta e dispersa;
  • sanca fechada: é completamente fechada em gesso e a iluminação é feita por meio de luzes pequenas, chamadas de spots;
  • sanca invertida: a sanca invertida possui o meio fechado e os cantos entre a sanca e a parede abertos. A iluminação interna fica invisível e reflete nas paredes e teto;
  • forro de gesso: o forro de gesso é um espaço que fica afastado alguns centímetros da parede, criando um pequeno vão e a impressão de que o teto está flutuando. Diferencia-se da sanca invertida porque, nesse caso, os pontos de luz não ficam embutidos e refletindo na parede ou no teto. A iluminação é feita de forma direta, por meio de spots.

Cuidados na hora da construção

Para fazer a iluminação em forro e sanca de gesso é preciso que o pé direito do ambiente perca pelo menos 12 cm. Assim, a luz pode ser direcionada para determinado espaço do ambiente.

Os modelos mais usados de luminárias são os spots, por causa do seu tamanho pequeno e pela facilidade com que podem ser direcionadas.

Prós e contras da iluminação em forro e sanca

Além da versatilidade que os forros e sancas de gesso oferecem à iluminação, eles também são vantajosos em questões estruturais. O gesso permite a criação de diversos formatos pré-moldados, com acabamento impecável.

É um isolante térmico e acústico, protegendo a casa de barulhos externos e mantendo a temperatura do ambiente agradável. Além disso, a facilidade na manutenção permite que problemas como vazamentos possam ser resolvidos facilmente, sem precisar fazer grandes reformas.

Fonte: http://www.eletroenergia.com.br/

Para mais informações e pedido de orçamento deixe seus dados no formulário abaixo que retornaremos:

Molduras de gesso

molduras-de-gesso

Um detalhe faz toda a diferença e transforma aquele seu teto sem graça em algo sofisticado com apenas um detalhe: uma moldura de gesso que faz um acabamento perfeito!!

A moldura de gesso ainda é o acabamento mais usado nas casas com teto de laje ou em acabamentos de forro de gesso convencional. No decorrer dos anos os modelos das molduras de gesso vão ficando mais retos e com tendências mais modernas.

Não precisa ter muito dinheiro para deixar sua casa linda!! Com um pequeno investimento você pode decorar sua sala, cozinha, banheiro e quartos com molduras de gesso com muitos modelos diferentes. Veja abaixo algumas de nossas sugestões:

Vocês pode ampliar sua criatividade e acrescentar um cortineiro de gesso que dá um charme a mais, veja no exemplo abaixo:

moldura-gesso3

moldura-gesso1

moldura-gesso6

Ou você pode optar pela moldura simples, que também dá o charme na sua decoração

moldura-gesso2

moldura-gesso7

Pode também embutir iluminação:

moldura-gesso9moldura-gesso10moldura-gesso111

Bom, essa foi a nossa dica de hoje!! Espero que tenham gostado! Um grande abraço!!

fotos: retiradas da internet

 

Para mais informações deixe seus dados no formulário abaixo que retornaremos:

 

 

Drywall permite criar mobiliário

 

post-drywall20

Estantes, balcões de bares residenciais ou de recepções de escritórios e hotéis, divisórias baixas, bancadas, estações de trabalho, paredes diferenciadas com recortes e nichos são alguns exemplos de soluções que podem ser executadas em drywall. Isso explica por que esta tecnologia, que já conquistou grande parte do mercado brasileiro da construção civil por sua leveza, flexibilidade e facilidade de execução, entre outras vantagens, está se tornando também uma das grandes aliadas da arquitetura de interiores no país.

O segredo, para que os profissionais do setor exerçam sua criatividade mais livremente nessa área, está em dominar o projeto e a montagem das estruturas desses elementos, que são formadas pelos mesmos perfis de aço galvanizado utilizados em paredes, tetos e revestimentos de drywall. A explicação é do Eng. Carlos Roberto de Luca, da Comissão Técnica da Associação Brasileira dos Fabricantes de Chapas para Drywall, que complementa: “Uma estrutura corretamente executada é essencial para a posterior aplicação das chapas para drywall, seja em soluções retilíneas, seja em curvas. Esses elementos podem conter em seu interior fiação elétrica, tubulações hidráulicas, cabeamento de computadores e, ao final, podem receber qualquer tipo de acabamento, desde uma simples pintura ou textura até aplicação de laminados, cerâmica, mármore e granito”.

fonte: site drywall.org

foto: retirada da internet

Drywall é resistente?

post-drywall1-2

Drywall é resistente?

Totalmente. As estruturas metálicas são fabricadas em aço galvanizado para garantir a resistência do Drywall aos impactos normais do dia-a-dia. O sistema é testado em laboratório dentro dos mais rígidos critérios, para que o Drywall suporte, com toda a segurança, portas, armários, estantes etc.


Para mais informações ligue (11) 2595-4700 ou deixe seu pedido de orçamento no formulário abaixo:

FORMULÁRIO DE ORÇAMENTO

Cortineiro de gesso realça a decoração com cortinas

2-cortineiro2

As cortinas deixam um clima mais leve, protegem o ambiente do sol, amenizam o barulho e entrada de correntes de ar. Por se tratar de um elemento decorativo com tamanha versatilidade, as cortinas podem ser utilizadas em diferentes cômodos da casa, inclusive no banheiro. São vários tecidos com diferentes modelos, de trilho ou de varão, mas para deixar a decoração completa é preciso utilizar o cortineiro.

O cortineiro preenche o espaço entre a cortina e a parede. Ele é amplamente utilizado para esconder imperfeições, trilhos e algum detalhe que não agrade esteticamente.

Detalhes importantes na escolha do cortineiro de gesso.

O cortineiro de gesso que serve para dar acabamento às cortinas e persianas, pode ser utilizado embutido no teto ou sobreposto. Os sobrepostos utilizam uma peça de gesso abaixo do forro, essa peça pode ser uma sanca. Por outro lado, o cortineiro embutido no teto dispensa essa peça e assim como o cortineiro sobreposto, pode ser iluminado para destacar a cortina.

O ideal é que o cortineiro de gesso acompanhe o tamanho da janela e cortina. Sua profundidade deve ser de 15 centímetros em relação à parede e ao forro. Outro ponto fundamental é o espaçamento lateral, este deve ser de 10 a 20 centímetros da janela, de modo a permitir o encaixe do trilho.

Cortineiro de gesso embutido na sanca

cortineiro-gesso-3

O cortineiro de gesso, quando embutido na sanca, promove suavidade e elegância à decoração. O projeto abaixo utiliza uma decoração com conceito clean. Foram utilizados armários com portas espelhadas e janela com cortina em tom claro, para otimizar a iluminação e aumentar a sensação de amplitude do quarto pequeno.

Fonte: site viva decora

Fotos: divulgação


Para mais informações ligue (11) 2595-4700, acesse http://www.elegancyforros.com.br ou deixe seu pedido de orçamento no formulário abaixo que retornaremos: