CRIE A SUA SALA DE TV DOS SONHOS COM DRYWALL

Fim de semana chuvoso e você não quer mais nada na vida além de assistir ou seu filme ou a sua série favorita. O problema é quando até o seu momento sagrado de lazer sofre interrupções.

 

É o barulho do vizinho com sua música altíssima ou a reforma do apartamento ao lado que deixa os diálogos na sua TV inaudíveis. Às vezes, você quer simplesmente ouvir todas as explosões do seu filme de ação em alto e bom som sem atrapalhar os demais.

Para todas essas situações, o drywall é a solução ideal. Isso porque essas placas de gesso podem ter incrível desempenho acústico, o que faz delas a melhor solução para a sua sala de TV.

images (3)

Veja a Phonique, por exemplo. Esse produto é tão eficiente que é muito usado em quartos de hotel e em hospitais, onde a paz de hóspedes e pacientes é um item sagrado. Outra opção é o Flexwall, uma placa de drywall revestida que já vem prontinha, basta aplicá-la como revestimento das paredes. O melhor é que já vem em três cores, dando mais opções estéticas para você.

Além disso, as placas de drywall são fáceis de ser aplicadas e as obras não levantam aquela sujeirada toda comum quando usados os sistemas convencionais, principalmente alvenaria.

fonte: Placo

Para mais informações e pedido de orçamento deixe seus dados no formulário abaixo que em breve retornaremos:

4 dicas de economia infalíveis para a reforma de casas

Há um ponto sobre reforma e construção quase unânime para quem quer renovar o lar, principalmente no fim do ano: descobrir os segredos de fazer muito, mas gastando pouco. Se você também busca soluções econômicas, confira as dicas abaixo e inicie hoje mesmo seu orçamento de obras para a tão desejada transformação!

Planejamento é a chave do sucesso

A melhor forma de aliar beleza e qualidade a um orçamento reduzido é planejar. Isso ainda ajuda a evitar surpresas desagradáveis durante a obra. Confira a seguir dicas para ter um projeto eficiente, essenciais para a hora de realizar o que foi sonhado.

1. Total controle da obra

images (10)Crie um cronograma com as datas de todas as entregas, tanto de materiais quanto dos serviços prestados pelos profissionais contratados. Assim, se a cada etapa houver mudanças no planejamento de obras que impacte nos custos, você terá como coordenar as alterações no orçamento.

Supervisionar a reforma de casa durante cada um dos serviços prestados também é fundamental. Isso evita desperdícios e trabalhos mal feitos, o que gera gastos desnecessários e, consequentemente, compromete o orçamento de obras. Se você não puder, peça a alguém de confiança ou contrate uma empresa especializada.

2. Planilha de orçamento de obra

Uma simples lista de custos faz uma grande diferença. A partir dela você conseguirá administrar quanto quer e pode gastar com a reforma em casa. Como é uma forma organizada de estimar as despesas, pode te ajudar a negociar, definir prioridades e pesquisar para escolher materiais mais baratos do que aqueles idealizados no início.

Mas como fazer orçamento de obras? Basta montar uma tabela e listar nela todos os gastos com materiais e mão de obra, independentemente de se tratar de uma reforma de casas simples, reforma de apartamento ou mesmo uma pequena reforma de banheiro. Depois de tudo relacionado, acrescente 10% ao valor total para possíveis gastos extras.

3. Produtos práticos

Não faltam opções de produtos com tecnologias modernas, que facilitam as reformas de casas baratas por promoverem mais rapidez e economia. Os atuais rejuntes e argamassas, por exemplo, indispensáveis em uma obra, são fáceis de preparar e aplicar, dispensam mão de obra especializada e dão agilidade aos serviços.

4. Sustentabilidade

A ideia é usar sistemas construtivos e materiais menos agressivos ao meio ambiente, duráveis, com bom desempenho e preços mais acessíveis. Tal prática pode ser usada tanto durante as obras como no dia a dia das casas reformadas.

Quer bons exemplos? As lâmpadas de LED, bem mais duráveis e econômicas que as convencionais. A substituição da alvenaria por paredes de drywall, que garante obras mais rápidas e limpas para qualquer ambiente interno. E telhas de fibrocimento, duráveis, flexíveis e que reduzem custos.

Fonte: saint-gobain


Para mais informações e pedido de orçamento de FORROS, DRYWALL, PISOS E DIVISÓRIAS, deixe seus dados no formulário abaixo que em breve retornaremos:

A importância do gesso antes da instalação do piso

O que é preciso fazer numa construção a maioria das pessoas já sabe, mas a grande dúvida de muita gente é a ordem que se deve adotar para cada serviço. Ao contrário do que se pensa, faz muita diferença começar por um serviço ou outro, isso porque dependendo daquilo que vai se fazer, um serviço pode estragar completamente o outro já pronto e até mesmo trazer danos materiais para o dono do imóvel. É por isso que hoje vamos falar sobre a importância de fazer o gesso antes de instalar o piso de madeira.

O gesso no teto e nas paredes

Nem todo mundo opta pela aplicação do gesso em sua obra ou reforma, porém, ele é utilizado por muitas pessoas porque deixa a parede muito mais lisa e com acabamento bem mais suave, valorizando a pintura. O gesso é utilizado tanto nas paredes como no teto.Uma das preferências pelo gesso para acabamento final é porque ele é fácil de ser aplicado, não tem um custo muito alto e ainda é facilmente reparado caso sofra algum dano. Além de revestir a parede e o teto permitindo melhor toque e visual, o gesso ainda pode ser utilizado para vários detalhes que enriquecem a arquitetura e decoração dos espaços. Porém, mesmo trazendo tantas vantagens se não soubermos a hora certa de aplicar o gesso ele vai trazer muita dor de cabeça.

A hora certa de aplicar o gesso

Imagino que você esteja louco de vontade para ver como vai ficar seu piso de madeira novo instalado, não é mesmo? Mas, se você tiver muita pressa poderá se decepcionar com o resultado.Imagine a seguinte situação: seu piso novo instalado, seja piso de madeira ou porcelanato. Limpo, brilhando, perfeito, sem nenhum arranhão. E em seguida um gesseiro derrubando massa, ferramentas, andando pra lá e pra com os pés sujos… Já deu pra imaginar o tamanho do estrago.É por isso que o gesso sempre precisa vir antes do piso para que não tenhamos algumas surpresas desagradáveis como:Manchas: considere sempre que o trabalho com gesso envolve água. Creio que você já sabe que piso de madeira e água não combinam de modo algum, certo? Muito menos água e gesso no seu piso de madeira! O trabalho com gesso pode causar manchas no piso e acabar com o mesmo.

Rachaduras: o gesseiro vai utilizar ferramentas diversas para conseguir fazer o trabalho. Vai passar com masseiras, vai utilizar escadas, réguas e ferramentas manuais. Considere tudo isso apoiado sobre seu piso de madeira novo, ou seu porcelanato delicado. Com certeza não vai dar nada certo e você corre o risco de encontrar rachaduras em função do serviço e do peso das ferramentas.

Peças soltas: anda pra lá e pra cá, arrasta isso e empurra aquilo, sobe e desce da escada, algum esforço de mal jeito numa tábua, e pronto, já está ela solta, acabada de instalar e já solta por que sofreu danos. Não é admissível isso, é?

Riscos: estes então serão certos se você fizer o serviço do gesso na parede e no teto depois de instalar o piso. Como disse anteriormente, o gesseiro vai utilizar muitas ferramentas, escadas e a masseira para conseguir preparar o gesso. Ele não vai conseguir trabalhar devagarinho para não riscar seu piso de madeira, afinal, certos movimentos são necessários e realmente não há como acreditar que o piso não sofrerá nenhum riso. Vai sofrer e muitos.

eucafloor-rodape-estilo-100mm-com-friso-branco-download

Além desses problemas, você terá um outro ainda maior depois de tudo pronto: limpar!É por isso que o gesso na parede e no teto preciso ser feito antes de instalar seu piso de madeira ou qualquer outro material. O piso deve sempre vir por último, justamente porque enquanto há trabalho para ser feito as pessoas vão caminhar e transportar ferramentas e materiais por ali, então, para não ter problemas, o piso vem sempre depois!Fonte: Parque SP

Para mais informações e pedido de orçamento para forros, pisos e divisórias drywall deixe seus dados no formulário abaixo ou fale conosco por whatsapp https://wa.me/5511989398688 que em breve retornaremos:

FORRO DE ISOPOR OU FORRO DE PVC – QUAL MELHOR TIPO DE FORRO?

1-isoporxpvc

 

Temos que levar em consideração algumas características próprias de cada material antes de escolher qual é o melhor e qual mais combina com estilo de acabamento que o cliente procura.

Dois materiais muito comuns que são sempre utilizados em escritórios e residências são os forros de PVC e os forro de isopor, a melhor maneira de escolher entre os dois é fazer a análise desses dois diferentes materiais para então decidir qual dos dois se encaixa mais com o orçamento, o gosto e qual combina mais com o ambiente a ser instalado.

FORRO DE PVC

O forro de PVC é muito utilizado, pois é um material que combina com qualquer lugar e possui uma facilidade extrema na sua instalação, podendo ser colocado em qualquer ambiente por pessoas sem nenhum tipo de experiência na área de construção ou decoração de ambientes internos.

Por causa de seu tamanho sucesso, existem diversos tipos de forros de PVC e também outras utilidades para o PVC. Os clientes tem um variado leque de opções quando se trata de formato, cor, espessura e tamanho, permitindo que a escolha seja ideal para qualquer tipo de ambiente a ser decorado.

Confira abaixo algumas das características individuais do forro de PVC e entenda o motivo de tantas pessoas o escolherem como forro para suas residências e comércios.

  • Leve (1,4 g/cm3) – o que torna muito fácil o manuseio e a aplicação nos acabamentos;
  • Grande resistência na ação de bactérias, fungos, roedores e insetos;
  • Apresenta uma grande resistência à maioria dos produtos químicos;
  • Fácil limpeza;
  • É um bom isolante térmico, acústico e elétrico;
  • Impede a propagação de chamas: não é inflamável e termina o fogo;
  • Grande versatilidade e amigo do meio ambiente;
  • Seu material pode ser reciclado e também pode ser feito de material reciclado;
  • Sólida superfície e resistente a choques elétricos.
  • Possui impermeabilidade contra substâncias gasosas e líquidas.
  • Material que apresenta grande resistência contra sol, chuva, vento ou maresia.
  • Grande durabilidade: a vida útil de um forro em PVC conservador em boas condições dura no mínimo 50 anos.

FORRO DE ISOPOR

As placas de isopor utilizadas nos tetos de empresas, salas comerciais ou até mesmo em residências apresentam uma grande vantagem em relação custo-benefício, pois se trata de um material com um preço relativamente baixo se comparado a outros materiais com a mesma finalidade.

Além de seu baixo custo é importante destacar que os forros de isopor também atendem suficientemente as necessidades de isolamento térmico e acústico com um desempenho adequado, contando ainda com a facilidade de ser montado em pequenas placas de fácil instalação e remoção.

Confira abaixo algumas outras características das placas de isopor utilizadas como forro:

  • Montagem rápida e limpa;
  • Possuem tamanho padrão de mercado, facilitando o encaixe com qualquer suporte;
  • Fácil passagem de fiação elétrica;
  • Possibilidade de remodelação do ambiente;
  • Seu material não propaga chamas;
  • São extremamente leves, não sobrecarregando ou forçando a estrutura do telhado;
  • Menor custo da categoria de forros removíveis;
  • Bom isolamento térmico e acústico.

Para mais informações fale conosco por whatsapp https://wa.me/5511989398688 ou deixe seus dados no formulário abaixo que retornaremos (y)

crédito: site forro pvc

foto divulgação/internet

Como planejar a reforma para fim de ano

reforma-natal

Muita gente aproveita os últimos meses do ano para realizar a tão sonhada reforma da casa. Além da chegada do 13º salário, existem inúmeros fatos que contribuem positivamente para isso, como as férias, a preparação para as festas de fim de ano e as grandes promoções.

Para isso é preciso se planejar, então separamos algumas dicas para vocês:

DEFINIÇÃO DE PRIORIDADES:

Nesta época do ano a prioridades é a sala de estar onde são recebidas as visitas. Neste caso é importante pensar na pintura, no forro de gesso, no piso da sala. Para ficar pronto tudo a tempo é importante se planejar.

PREVISÃO DE GASTOS E TEMPO:

Depois de definida a reforma que será feita e onde será feita, é importante definir o quanto irá gastar para não estourar o orçamento. É preciso fazer uma somatória geral do que será gasto, considerando mão de obra, material e, sobretudo quanto tempo há disponível para a reforma, que deverá ser alinhado com o profissional responsável.

MÃO DE OBRA:

A peça-chave para obter o resultado esperado da reforma é a contratação de um profissional qualificado e de confiança. E, principalmente, que entregue a obra na data certa, para não estragar sua festa de natal.

MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO:

A escolha dos materiais de construção é uma etapa importante na hora de reformar a casa. É fundamental que o cliente pesquise e avalie o melhor custo x benefício, levando em consideração também se o material se adéqua às metragens do espaço.

DE OLHO NAS QUALIDADES:

Outro ponto importante a ser considerado na reforma é o cálculo da metragem e a quantidade de produtos que serão utilizados


Para mais informações deixe seus dados no formulário abaixo que retornaremos:

Pé-direito na medida certa

pe-direito1

Pensar na decoração de um ambiente pode ir além da escolha de cores, quadros, móveis e tecidos. A altura do pé-direito (medida do piso ao teto) influi diretamente na percepção do espaço. Quando rebaixamos o pé-direito, provocamos uma sensação intimista. Já quando o aumentamos, damos mais amplitude ao ambiente e também sofisticação.

Rebaixar o teto ou ampliá-lo depende de questões técnicas. Por isso, antes de reformar, tenha o projeto estrutural do espaço em mãos e siga o roteiro:

Quando rebaixar?

rebaixamento de teto, além de ter função decorativa, pode servir para passar uma tubulação elétrica ou de ar-condicionado, alterar os pontos de iluminação e até esconder partes da estrutura, como uma viga. Para esse tipo de obra, pode ser usado forro de madeira, mas, em geral, os materiais mais usados são placas de gesso e de drywall. Esta é a melhor hora de se fazer um projeto luminotécnico, que já prevê a iluminação embutida, o que contribui para tornar o ambiente mais agradável.

Um pé-direito confortável deve ter a altura mínima de 2,50 metros, já que uma porta tem em média 2,10 metros. Esta medida deve sempre ser levada em conta, pois um rebaixamento maior pode tornar o ambiente claustrofóbico. É preciso ter cuidado redobrado quando a obra é feita em apartamentos, que costumam ter o pé-direito mais baixo.

Dá para aumentar

Em imóveis mais antigos, que normalmente têm forro e não laje, é possível aumentar a altura do ambiente na hora da reforma. O aumento pode ser um ótimo recurso para ambientes comerciais, residenciais em praias ou lugares de clima muito quente, pois dá a sensação de ser mais arejado. É possível também aumentar o pé-direito seguindo a inclinação do telhado. O efeito é bem charmoso. O termo pé-direito duplo é usado para descrever um ambiente alto, mas não necessariamente duas vezes uma altura normal.

Evitando erros

Consertar depois da obra iniciada pode custar caro. O melhor é fazer um projeto com as alterações, que respeitem as alturas mínimas, prevendo os pontos de iluminação. É importante também verificar as condições do telhado ou da laje e conferir se não há infiltrações. Por ser uma obra de acabamento e ter de ser realizada junto à execução do projeto de iluminação, há um custo mais elevado. Por isso, o ideal é ter a orientação de um arquiteto para que enganos muito comuns não onerem ainda mais este item.

Para mais informações e pedido de orçamento fale conosco pelo whatsapp https://wa.me/5511989398688  ou deixe seus dados no formulário abaixo e nós retornaremos:

Vantagens na colocação de gesso

Além de criar um ambiente mais charmoso, o forro de gesso deixa o projeto diferenciado e permite que a iluminação seja mais precisa.

Fique de olho nos preços, material, mão de obra; principalmente, na resistência do trabalho. Com uma boa pesquisa, o resultado pode ficar sofisticado sem doer em seu bolso. Anote e siga estas dicas antes de contratar o profissional

Quais materiais serão utilizados para colocar o forro de gesso?

20161111-sanca-dupla-aberta-ok-300x219

Gesso (acartonado ou placa), No caso de acartonado, será preso com perfis de alumínio fixados na laje e no caso de placa, com arame feito com tiros na laje para fixar os suportes. Tabica e moldura (dependendo do projeto). Massa de gesso para esconder as emendas das placas. Massa corrida para deixar o gesso bem liso. Tinta

Quanto tempo é necessário para colocar o forro de gesso?

1 DIA – É o tempo para o profissional montar o forro de gesso. Caso o espaço tenha sanca e moldura, esse tempo pode ser de até 3 dias.

2 OU 3 DIAS – Tempo ideal para que o pintor possa emassar e pintar o forro.

Cuidados com o forro de gesso

download
  •  Ao colocar o forro de gesso no banheiro, por conta do vapor e pouca ventilação, o mais indicado é a pintura permeável ao ar, aquela que criará um tipo de impermeabilização que pode proteger o gesso.
  • Lembre-se, também, que o forro de gesso não é estrutural. E preciso tomar cuidado na hora de pendurar lustres ou objetos pesados. No caso de varal, por exemplo, é necessário fixá-lo primeiro na laje, pois o peso do varal com as roupas será sustentado pela estrutura da laje e não pelo forro de gesso.

Opções

18

Temos muitas opções para colocar em casa, apartamento, escritório, salões de beleza, como: Sancas, rasgos (conhecidos também como sancas invertidas), cortineiro, rebaixos laterais.

O forro de gesso permite uma infinidade de aplicações, então, dê asas à sua imaginação.

Precisando executar um projeto em sua casa, apartamento e até mesmo em seu estabelecimento comercial?? Entre em constato conosco e peça seu orçamento sem compromisso!!!


Para mais informações e pedido de orçamento fale conosco pelo whatsapp https://wa.me/5511989398688 ou deixe seus dados no formulário abaixo que em breve retornaremos: