Teto colorido: nova tendência da decoração

QUEM DISSE QUE O TETO SÓ PODE SER BRANCO??? A TENDÊNCIA DO MOMENTO É COR!! MUITA COR NO TETO DANDO O DESTAQUE DA DECORAÇÃO!

Teto-pintado-8

Uma tendência nos últimos tempos, transformar o teto no ponto focal dos ambientes pode ser uma ótima ideia para brincar com as cores e dar um toque moderno a sua decoração!

a114e31972e3a82c19a77c23cfce05de

tendência de colorir os tetos vem marcando presença no exterior já há algum tempo, mas recentemente chegou ao Brasil. Que bom que agora temos mais um lugar para soltar nossa criatividade na decoração de casa fugindo do convencional!

teto-colorido-2

Dicas para escolher a cor do teto

Dica no1: Observar o tamanho do ambiente

Se você deseja pintar o teto de um cômodo pequeno, saiba que como as cores escuras dão a sensação de teto mais baixo, pode resultar em uma sensação de ambiente ainda menor. Então qual seria a solução nesse caso? Você não precisa necessariamente pintar o teto de um ambiente pequeno apenas de branco, você pode pintar com cores mais claras como as nos tons-pastel.

Tetos em tons pastel
Tons pastel – alternativa para cômodos pequenos.

Dica no2: Coordenar com as demais cores já existentes no ambiente

Se você vai carregar na cor do teto é mais fácil que as paredes, o piso e os móveis tenham cores mais claras e neutras.

Mas se o ambiente for bem iluminado e amplo você pode colocar cores intensas no teto sem medo, desde que a(s) cor(es) escolhida(s) componha(m) com as do ambiente. Ou seja, a cor do teto deve ter harmonia com as dos demais elementos do ambiente.

 

Tetos coloridos
Teto amarelão compondo com as almofadas, quadro, cadeira e elementos decorativos do ambiente. Paredes e móveis brancos.

Dica no3: Lembrar que o teto não precisa ser liso

Já que você resolveu brincar com as cores, que tal acrescentar também uma estampa?  Você não precisa se limitar a uma cor só no teto.

Outras opções além da pintura são o papel de parede ou mesmo alguma textura ou composição com o gesso.

Tetos coloridos

Fonte: https://www.almanaquedamulher.com/


 

Para mais informações e pedido de orçamento de FORROS e DRYWALL deixe seus dados no formulário abaixo  que em breve retornaremos:

 
 

FORRO DE ISOPOR ÓTIMO ISOLANTE TÉRMICO E ACÚSTICO

A ELEGANCY FORROS conta com os melhores profissionais na instalação de forro de isopor, com atendimento especializado oferecemos rapidez e qualidade para nossos cliente e amigos. 😉😉

📌Fale conosco pelo whatsapp, nós podemos ajudar em seu projeto 😉😉 https://wa.me/5511956185104…

O forro de isopor é de ótima resistência e baixo peso específico, são seguros contra incêndio, pois não propagam chamas. 😱😱
A leveza, facilita o uso, a rapidez de execução e a qualidade de acabamento final, o forro de isopor é indicado para o uso em escritórios, hotéis, restaurantes, shoppings Centers e onde mais desejar.👍😍

Além disso, os forros de isopor contam com ótimo desempenho térmico e acústico!!!

✔️Acesse http://www.elegancyforros.com.br
✔️Compre produtos em nossa loja de materiais http://www.lojaelegancyforros.com.br
✔️Siga-nos no Instagram @elegancyforros

#constru #arquitetura #construcao #engenharia #engenhariacivil #obra
#reforma #casa #projeto #architecture #design #construcaocivil #arquiteto
#obras #engenheiro #engineering #construction #projetos #ocivil #designdeinteriores #decoracao #civilengineering #interiores #decora #decor

FORRO PVC LISO

Quando se fala em forro PVC se pensa em forro sem qualidade. Se engana quem pensa assim…🤔🤔 pois o forro PVC tem diversos modelos, cores e texturas diferentes que podem ajudar a deixar o ambiente tão bonito quanto o forro de gesso. 😍😍😍

Um exemplo de Forro PVC de qualidade é o FORRO PVC LISO JUNTA SECA, é indicado para ambientes internos, sacadas e abas de construções residenciais, comerciais, industriais e para utilização em áreas amplas proporcionando segurança, economia, praticidade de instalação e manutenção, deixando o ambiente moderno com sofisticação e requinte.😉😉😉😍😍😍

Dá pra deixar seu ambiente lindooo siiiim, gastando pouco e com qualidade!!! Vem conhecer nossos preços e condições de pagamento e comece sua reforma ou inclua nosso orçamento na finalização do seu projeto!!!! 😉😉😉
⭕️Atenção Arquitetos, Engenheiros, Mestre de Obras, Empreiteiras: Nós podemos ajudar em seu projeto!!!

Fale conosco pelo whatsapp https://wa.me/5511956185104…

✔️Acesse http://www.elegancyforros.com.br
✔️Compre produtos em nossa loja de materiais http://www.lojaelegancyforros.com.br
✔️Siga-nos no Instagram

12 VANTAGENS DO FORRO MINERAL

perla-op-medOs painéis de forro mineral são fabricados com a utilização de minérios em bruto (rocha), são utilizados em ambientes internos onde garante ao ambiente controle acústico de primeira, proteção anti fogo e isolamento térmico.

Forro Mineral transmite ao ambiente um excelente acabamento, proteção contra ruídos e elevadas temperaturas, além de possuir uma alta gama de texturas e sistemas de instalação, resultando em uma ótima opção para serem aplicados em variados tipos de ambientes corporativos, restaurantes, hotéis, lojas, etc.

Produtos e Aplicações

productos_imagen_descripcion_3061Forro Mineral é uma opção de material cuja produção não agride ao meio ambiente, pois possui em sua formulação substâncias naturais que não são nocivas e que passam por constantes testes para atender aos requisitos internacionais de fabricação para assegurar variados certificados de qualidade.

As placas de Forro Mineral possuem características que garantem ao produto uma ótima resistência, pois passa por processos de compactação que resultam em pequenos índices de quebras nas bordas das placas durante o transporte e instalação do produto, sendo assim bem melhor aproveitado.

12 Vantagens do forro mineral:

  • Resistentes a até 95% de umidade relativa do ar.

  • Resistente ao calor.

  • Possuem 3 espessuras diferentes (15mm, 19mm e 40mm).

  • Dimensões dos painéis: 625x625mm/ 625x1250mm.

  • Montagem rápida e prática.

  • Econômico

  • Limpo

  • Evita desperdício

  • Controle acústico de primeira

  • Proteção anti-fogo

  • Isolamento térmico

  • Ação bactericida e fungicida

Este slideshow necessita de JavaScript.

Para mais informações e pedido de orçamento deixe seus dados no formulário abaixo que em breve retornaremos:

DIFERENÇAS ENTRE DRYWALL E AS PLAQUETAS DE GESSO

Muitas pessoas tendem a confundir o drywall com as plaquetas de gesso. Nada mais normal, até porque a matéria-prima básica de ambos os produtos é o próprio gesso. Mas há diferenças importantes que fazem toda a diferença na hora de projetar e executar uma obra.

2012-spain-plasterboard-4light

 

images (1)

Plaquinha de gesso

A primeira delas diz respeito à própria dimensão dos produtos. A plaqueta costuma ser comercializada em placas quadradas, de 60 cm x 60 cm. Já o drywall tem, por padrão, mais que o dobro do tamanho: 120 cm x 180 cm ou 120 cm x 240 cm. Isso significa muito mais economia e melhor aproveitamento do material.

 

 

 

download

Placas de drywall

Outra diferença está na geração de resíduos. O drywall é constituído por placas de gesso acartonado, que produzem muito menos detritos na instalação. Essa característica se reflete ainda no momento de realizar reparos. Os recortes nas plaquetas produzirão muito mais sujeira que os realizados no drywall.

 

Somado a isso está o fato de que o drywall pode substituir paredes convencionais em inúmeras situações, enquanto os forros de gesso têm a instalação limitada ao revestimento de tetos.

Fonte: Placo

Tem mais alguma dúvida? Entre em contato com a gente. Será um prazer ajudar você a realizar suas instalações com drywall! Deixe seus dados no formulário abaixo que em breve retornaremos:

 

 

 

A importância do gesso antes da instalação do piso

O que é preciso fazer numa construção a maioria das pessoas já sabe, mas a grande dúvida de muita gente é a ordem que se deve adotar para cada serviço. Ao contrário do que se pensa, faz muita diferença começar por um serviço ou outro, isso porque dependendo daquilo que vai se fazer, um serviço pode estragar completamente o outro já pronto e até mesmo trazer danos materiais para o dono do imóvel. É por isso que hoje vamos falar sobre a importância de fazer o gesso antes de instalar o piso de madeira.

O gesso no teto e nas paredes

Nem todo mundo opta pela aplicação do gesso em sua obra ou reforma, porém, ele é utilizado por muitas pessoas porque deixa a parede muito mais lisa e com acabamento bem mais suave, valorizando a pintura. O gesso é utilizado tanto nas paredes como no teto.Uma das preferências pelo gesso para acabamento final é porque ele é fácil de ser aplicado, não tem um custo muito alto e ainda é facilmente reparado caso sofra algum dano. Além de revestir a parede e o teto permitindo melhor toque e visual, o gesso ainda pode ser utilizado para vários detalhes que enriquecem a arquitetura e decoração dos espaços. Porém, mesmo trazendo tantas vantagens se não soubermos a hora certa de aplicar o gesso ele vai trazer muita dor de cabeça.

A hora certa de aplicar o gesso

Imagino que você esteja louco de vontade para ver como vai ficar seu piso de madeira novo instalado, não é mesmo? Mas, se você tiver muita pressa poderá se decepcionar com o resultado.Imagine a seguinte situação: seu piso novo instalado, seja piso de madeira ou porcelanato. Limpo, brilhando, perfeito, sem nenhum arranhão. E em seguida um gesseiro derrubando massa, ferramentas, andando pra lá e pra com os pés sujos… Já deu pra imaginar o tamanho do estrago.É por isso que o gesso sempre precisa vir antes do piso para que não tenhamos algumas surpresas desagradáveis como:Manchas: considere sempre que o trabalho com gesso envolve água. Creio que você já sabe que piso de madeira e água não combinam de modo algum, certo? Muito menos água e gesso no seu piso de madeira! O trabalho com gesso pode causar manchas no piso e acabar com o mesmo.Rachaduras: o gesseiro vai utilizar ferramentas diversas para conseguir fazer o trabalho. Vai passar com masseiras, vai utilizar escadas, réguas e ferramentas manuais. Considere tudo isso apoiado sobre seu piso de madeira novo, ou seu porcelanato delicado. Com certeza não vai dar nada certo e você corre o risco de encontrar rachaduras em função do serviço e do peso das ferramentas.Peças soltas: anda pra lá e pra cá, arrasta isso e empurra aquilo, sobe e desce da escada, algum esforço de mal jeito numa tábua, e pronto, já está ela solta, acabada de instalar e já solta por que sofreu danos. Não é admissível isso, é?Riscos: estes então serão certos se você fizer o serviço do gesso na parede e no teto depois de instalar o piso. Como disse anteriormente, o gesseiro vai utilizar muitas ferramentas, escadas e a masseira para conseguir preparar o gesso. Ele não vai conseguir trabalhar devagarinho para não riscar seu piso de madeira, afinal, certos movimentos são necessários e realmente não há como acreditar que o piso não sofrerá nenhum riso. Vai sofrer e muitos.Além desses problemas, você terá um outro ainda maior depois de tudo pronto: limpar!É por isso que o gesso na parede e no teto preciso ser feito antes de instalar seu piso de madeira ou qualquer outro material. O piso deve sempre vir por último, justamente porque enquanto há trabalho para ser feito as pessoas vão caminhar e transportar ferramentas e materiais por ali, então, para não ter problemas, o piso vem sempre depois!Fonte: Parque SPPara mais informações e pedido de orçamento para forros, pisos e divisórias drywall deixe seus dados no formulário abaixo que em breve retornaremos:

Como fazer reforma com baixo custo

Obras e reformas são quase sempre mais caras e mais demoradas do que se espera, além de ter muito desperdício. Mas existem alguns cuidados que você pode tomar e evitar esses problemas. Temos 9 dicas para você reformar a casa sem transtornos e, principalmente, sem destruir o seu orçamento.

REFORMA-560x373

 

1 – Faça um planejamento

Antes de qualquer coisa, é preciso saber exatamente o que você pretende reformar. Pode parecer estranho, mas tem muita gente que começa uma obra sem saber tudo o que quer fazer. Essa é a receita certa para obras faraônicas que nunca terminam e custam muito mais do que o bolso aguenta.

Um planejamento detalhado e com todas as necessidades ajuda a reduzir o risco de gastos extras e atrasos. Ao planejar a reforma da sua casa, procure dividir o processo em etapas. Assim, você consegue controlar o gasto de tempo e dinheiro de cada parte da obra. E se alguma coisa estiver fora do planejado, você consegue perceber e mudar.

Além disso, o planejamento ajuda a evitar problemas como colocar o gesso no teto depois que já fez o piso. Saber a ordem de cada etapa garante que seu piso não vai ficar com pingos brancos por todo lado. Então, se você não quer um piso malhado, faça o teto primeiro.

2 – Defina um limite de gastos

Para evitar que os custos da obra saiam do controle, defina um limite antes de colocar o martelo para trabalhar. Pesquise os preços de materiais e de profissionais, faça orçamentos e negocie muito!

Leve em conta também os gastos extras, como água e luz. A depender da reforma que você for fazer, pode aumentar o consumo de energia e também de água na sua casa.

Por isso, avalie a sua capacidade de pagamento. Ou seja, quanto dinheiro você tem para pagar por mês sem ficar endividado ou com o orçamento muito apertado. O ideal é que você faça uma reserva especialmente para a reforma antes de começar.

3 – Crie um cronograma da reforma

Já o controle do tempo para evitar atrasos, precisa ser feito em um cronograma. Você consegue fazer isso com a ajuda de um profissional. O importante é colocar prazos possíveis de serem cumpridos. Tudo precisa ter data para começar e para terminar. Com a obra é a mesma coisa. Ela não pode durar para sempre.

Marque em um calendário o que precisa ser feito em cada etapa de trabalho. Quantos dias serão necessários para pintar, para lixar ou para fazer uma parede? Cada parte precisa ser incluída no seu cronograma.

4 – Escolha os profissionais com critério

Outro ponto que é fundamental em qualquer reforma, é a escolha dos profissionais. Não adianta escolher o mais barato, se ele não vai conseguir entregar o trabalho completo. Uma forma de ter mais segurança na escolha do profissional é consultando a saúde financeira dos seus fornecedores.

Os serviços Você Consulta Empresas e Você Consulta Pessoas, do SerasaConsumidor, estão disponíveis em todas as agências dos Correios do país. Com eles, você consulta o CPF de profissionais autônomos ou o CNPJ de empresas fornecedoras.

 

Além de escolher com critério os profissionais que farão a sua obra, lembre-se de que cada serviço tem um prazo. E se você tentar ganhar tempo fazendo várias etapas ao mesmo tempo, pode dar problema. Muitos prestadores de serviço juntos podem acabar atrapalhando o serviço um do outro. Por exemplo, não tem como pintar a parede e trocar o piso ao mesmo tempo.

5 – Tome cuidado com a pressa

Mais do que inimiga da perfeição, a pressa é a melhor amiga do estouro do orçamento. Tentar fazer uma reforma rápida pode trazer mais gasto, mais desperdício e – o pior – retrabalho.

O controle do tempo para que uma obra não atrase não pode ser motivo para ser desatento, descuidado ou negligente. Lembre-se de que a reforma na sua casa representa a segurança e o bem-estar da sua família.

6 – Compre materiais de qualidade

Outra economia que pode trazer mais problemas, transtornos e dor de cabeça é com a qualidade dos materiais. A famosa frase “o barato pode sair caro” serve perfeitamente para esse ponto.

Não adianta comprar materiais de construção baratos, mas que terão que ser trocados em pouco tempo. Pior ainda é não garantir a proteção e cuidado com seu imóvel e sua família.

Pense nos riscos que você corre, quando a fiação da sua casa não está preparada para a quantidade de eletrodomésticos que você tem. Uma sobrecarga pode levar a um incêndio!!!

7 – Lembre-se dos imprevistos

E nada mais certo em uma obra do que imprevistos. Eles nem deveriam ter esse nome, porque é certeza que eles vão acontecer. Pode ser um imprevisto pequeno, como a quebra de um azulejo após a troca de uma pia. Ou uma escada que acerta o lustre da sala. Ou mesmo algo maior, como um cano perfurado quando você vai instalar o exaustor do fogão. Sim, essas coisas acontecem (mais vezes na vida do que uma pessoa gostaria).

8 – Mantenha a limpeza e organização na obra

Se você não quer ter gastos desnecessários, mantenha a limpeza e a organização sempre. Uma reforma bagunçada é certeza de que vai sumir martelo, prego, parafuso. Isso sem contar os desperdícios que sempre acontecem e na desorganização só pioram.

Claro que você não precisa ser o desesperado do aspirador de pó ou viciado em passar álcool gel em tudo. Basta garantir que as ferramentas e materiais sejam guardados corretamente após o uso. E manter cada coisa em seu lugar.

9 – Avalie as linhas de crédito específicas

Outra forma de manter seu orçamento livre de gastos desnecessários é escolher bem o crédito, caso você precise de um. Existem linhas de crédito específicas para quem vai reformar a casa ou comprar material de construção.

É comum que esses empréstimos tenham taxas de juros menores. Por isso é fundamental sempre comparar todas as opções de crédito disponíveis para encontrar a melhor para você.

Se você já teve algum problema ao reformar a casa (ou se ainda tem problemas), deixe o seu comentário abaixo. Nos conte também se esse texto foi útil para você!

 

Fonte: Serasa

Para mais informações e pedido de orçamento de forros, divisórias e drywall, deixe seus dados no formulário abaixo: