VOCÊ SABE PARA QUE SERVE OS RODAPÉS?

Sua função original é proteger da água, de choques e do acúmulo de sujeira as quinas de união da parede com o chão. Além disso, é arremate final na construção – assim como as calhas, os batentes de portas e outras estruturas similares. No entanto, por interferirem no visual do ambiente, vale seguir algumas dicas antes de escolher um modelo

Selecione o tamanho mais adequado

O padrão de tamanho do rodapé é de 7 cm de altura, mas, atualmente, é possível encontrar no mercado opções de 10, 15, 20 e 25 cm. Para escolher o tamanho ideal, é interessante considerar a altura do pé direito do imóvel e o tamanho dos cômodos.

Quanto mais alto o pé direito e maior o cômodo, maior pode ser o rodapé. Evite, porém, colocá-lo acima de 10 cm de altura em casas com pé direito baixo ou em apartamentos pequenos, pois ele deixará os ambientes ainda menores.

Somente no lavabo, é possível desconsiderar a regra da altura e abusar no estilo, usando as últimas tendências e combinando rodapés grandes com papéis de parede e demais itens de decoração.

 

Escolha a cor perfeita

As alternativas mais básicas e neutras são ideais para pessoas que preferem ambientes limpos, leves e tradicionais. Elas combinam com qualquer cor de tinta e de piso ou revestimento, sendo, portanto, opções mais seguras nesses casos.

No entanto, se a sua intenção for inovar, invista em cores mais escuras, como cinza, preto e tons que simulam madeira para enquadrar as paredes e separá-las completamente do chão. Rodapés bem coloridos são modernos, mas podem cansar um pouco o olhar dos moradores. É uma questão pessoal, afinal, aqui não existe uma regra.

Se optar por rodapés de cor clara, como o branco, uma boa dica é dar um contraste com a cor da sua parede. O branco é uma cor fácil de combinar, logo, os rodapés podem ser os mesmos nas áreas sociais e/ou íntimas da casa, mesmo que os pisos sejam diferentes, pois haverá uma ideia de continuidade em toda a decoração escolhida.

Mas, se o espaço for pequeno, a melhor dica é escolher um rodapé da mesma cor do seu piso, pois isso dará a ideia de maior amplitude.

Combine o rodapé com o batente da porta

Quando escolher a cor dos rodapés, lembre-se de combiná-la com o batente da porta. O material dos dois não precisa ser o mesmo, mas o ideal é que os dois sejam de cores semelhantes. Por exemplo, se escolher o rodapé na cor branca, o batente da porta deve acompanhá-lo, sendo da mesma cor.

Assim, a ideia de continuidade na decoração será mantida. Já os acabamentos não precisam ser totalmente iguais, e podem sim ser diferentes, desde que “conversem” entre si para que o ambiente fique harmonioso.

Ambientes com muitos elementos decorativos

eucafloor-rodape-estilo-100mm-sem-friso-branco-downloadSe a decoração do ambiente for excessiva, o ideal é optar por rodapés mais discretos, básicos e lisos, com superfície homogênea. A ausência de tantos detalhes fará a composição ideal com o lugar.

Frisos para ambientes mais ousados

eucafloor-rodape-estilo-100mm-com-friso-branco-downloadO rodapé com friso é aquele que traz linhas esculpidas ao longo de suas peças. Esse tipo de sulco pode conferir efeitos bem interessantes nos ambientes mais modernos e ousados. Um toque de sofisticação discreta para o ambiente.

 

Rodapés mais baixos para todo tipo de ambiente

Se você busca uma opção discreta, que caia bem em ambientes clássicos ou modernos, pode optar pelos rodapés mais baixos. São os mais tradicionais, com cerca de 5 a 10 cm de altura.

A Elegancy Forros oferece diversos tipos de rodapés para combinar com a decoração da sua casa, escritório, clínica, consultório, academia, loja, bazar, etc
Peça seu orçamento ou ligue para nosso whatsapp https://wa.me/5511989398688

Piso laminado: ideal para quartos e salas

Para os quartos e salas devemos sempre pensar no conforto e no aconchego.
Desta maneira o piso que melhor se encaixa, nestas características, são os laminados, que atualmente tem uma ótima funcionalidade.

Piso ideal para cada ambiente – Dicas

Piso laminado

O piso laminado é considerado por muitos arquitetos como o melhor modelo de piso para quarto de casal. Ele imita diferentes tons de madeira e oferece um custo X benefício bem mais favorável do que a matéria-prima verdadeira.

O laminado valoriza a estética aconchegante da madeira, sem correr o risco de apodrecer ou precisar de impermeabilização.

Ótimo custo-benefício

Outra grande vantagem do piso laminado é o preço, que é bem abaixo dos revestimentos feitos com madeiras naturais. Além disso, a instalação é bem simples, podendo ser feita inclusive sem ajuda de profissionais. Tudo isso porque o material também dispensa acabamento, fazendo pouca sujeira durante e após a aplicação.

É uma opção versátil

Embora seja importante evitar água e sol, o piso laminado se encaixa em praticamente qualquer cômodo. Também vale ressaltar que a instalação pode ser feita por cima de outros pisos, como cerâmica, vinil, concreto e lajota. Por fim, é possível encontrá-lo em diversas cores e texturas. Alguns chegam, inclusive, a imitar a madeira natural, deixando o ambiente com um ar mais aconchegante. As tonalidades vão das mais claras às mais escuras, o que permite que ele combine perfeitamente com a decoração que você preferir.

Para mais informações e pedido de orçamento deixe seus dados no formulário abaixo que retornaremos:

Vantagens do Piso Vinílico

O piso vinílico virou febre entre os condomínios que querem economizar e garantir qualidade e durabilidade dos pisos que adquirem. mas não só os condomínios, mas também é muito adquirido em reformas de escritórios, sendo um piso fácil de manter e limpar. Veja abaixo mais algumas vantagens dos pisos vinílicos, que você não sabia:

1.Sua capacidade de customização: é um piso que permite recortes, então da para formar desenhos com diferentes cores de piso. Além de dispensar o uso de juntas entre os ambientes, o que confere um aspecto de unidade entre os espaços.

piso-vinilico-desenhado

2.Resistência e Durabilidade: os pisos vinílicos são muito utilizados em espaços comerciais, principalmente em hospitais, justamente pelo fato de não ter juntas de dilatação e ser uma opção mais higiênica e fácil de limpar. Mas, também é usado em escritórios, escolas e outros locais de grande circulação, pois é um piso resistente e confortável.

piso-vinilico-em-hospitais

3. Propriedades Térmicas e Acústicas: Quem mora ou trabalha em prédios sabe que um dos maiores problemas são os ruídos causados na laje, poucos os projetos de edifícios contemplam soluções acústicas adequadas para minimizar os ruídos na laje. Ao pisar sobre o piso vinílico é possível verificar que os níveis de ruído são extremamente baixos, é um piso macio, que evita aquele “toc toc” de sapatos e absorve também o barulho dos objetos quando caem no chão. Também é um piso que oferece uma sensação térmica agradável, dispensando o uso de tapetes para solucionar o problema dos pisos “gelados”, justamente em função das suas propriedades térmicas.

piso-vinilico-madeira

4.Fácil Instalação e Manutenção: os pisos vinílicos são super práticos de serem instalados, podem inclusive ser instalados sobre outros pisos, desde que a superfície esteja nivelada e limpa. Para a fixação do piso o mais indicado é usar cola acrílica, indicada pelo fabricante. Em caso de avarias no piso, é possível recortar a parte avariada e substituir facilmente, já que o piso não necessita de juntas.

Fonte: arquidicas

Foto divulgação/internet

Para mais informações ligue (11) 2595-4700 ou deixe seus dados no formulário abaixo que retornaremos: