Aprenda a planejar a reforma da sua casa

Há quem tenha trauma de reforma: é pedreiro que falta, material que atrasa, prazo que não é cumprido e gastos que são ampliados por qualquer motivo. Tudo isso, porém, pode ser diminuído se o dono do imóvel definir as prioridades, sabendo o que quer logo de início. Claro que um arquiteto ajuda muito nessa hora, principalmente se a obra envolver partes estruturais. Veja abaixo dicas de como se planejar para reformar sua casa ou apartamento sem ter dor de cabeça!!!

Objetivo

REFORMA-560x373

A primeira coisa a pensar numa reforma é o objetivo que se tem. O que vai ser transformado: se é uma construção inteira ou um ambiente. E o que se pretende com a reforma, ampliar o espaço, ganhar luminosidade, mudar apenas o estilo.

 


Planejamento

images (1)

Primeiro é preciso saber o nível de interferência, se é algo mais estético ou mexe alguma questão estrutural como, por exemplo, a divisão de um ambiente. Isso impacta no tempo. Também é preciso definir quanto se pretende gastar para adequar a reforma ao orçamento.

 


Planta do imóvel

download (1)

Todos os proprietários deveriam ter o projeto arquitetônico e o complementar em mãos. Mas nem sempre isso ocorre. Nesses casos, é importante a microfilmagem do projeto na prefeitura e temos acesso à planta do imóvel dessa forma.

 

 


Ajuda profissional

Um arquiteto sempre dará mais segurança à reforma. A ideia é que o profissional saiba evitar gastos desnecessários, planejando o orçamento de forma correta. Porém, caso a pessoa queira fazer a obra por sua conta e risco, saiba que é impossível derrubar e construir paredes sem a devida orientação.


Partes essenciais

cursos-encanadorAs partes hidráulica e elétrica devem ser sempre revisadas, principalmente em imóveis antigos. Ninguém pensa em quebrar tudo de novo ao término da reforma porque um cano deu vazamento, certo? Também se deve ter atenção à instalação de novas tomadas. Principalmente na cozinha onde demanda mais uso de eletrodomésticos.

Fonte: revista zap imóveis


Para mais informações e pedido de orçamento de FORROS, DRYWALL, DIVISÓRIAS E PISOS deixe seus dados no formulário abaixo que em breve retornaremos:

Anúncios

Dicas para planejar a reforma do fim de ano

O fim de ano está chegando, já???? Sim! E a sua casa como está? É sempre bom pensar com antecedência na arrumação da casa. Para isso separamos dicas de como se organizar e fazer tudo com antecedência e calma, e não esquecer de nada. Segue abaixo 5 dicas para planejar a reforma de fim de ano:

  • DEFINA PRIORIDADES: 

É sempre bom colocar no papel aquilo que realmente é necessário fazer e por qual cômodo começar e pensando principalmente em um bom acabamento, como: pintura, papel de parede ou revestimento nas paredes, por exemplo.

Se for pintar as paredes segue uma dica legal: Eleja o tom e encare o pincel sem medo. Cor é a maneira mais fácil e mais rápida de mudar o ambiente. Dar uma renovada na pintura já dá outra energia para o espaço. Afaste os móveis das paredes, compre plástico numa loja de material de construção (custa cerca de cinco reais o metro), cubra tudo e lacre com fita crepe, para selar e proteger o chão e a mobília. Usar jornal é pior, porque ele descola, rasga, mancha… dá trabalho demais limpar tudo depois.

  • PREVISÃO DE GASTOS E TEMPO

download (1)Ao definir a reforma que será realizada, sugerimos listar os gastos, visando ter certeza que o projeto não exceda o orçamento disponível e, assim, evitando possíveis interrupções na reforma. É preciso fazer a soma geral do que será gasto, considerando mão de obra, material e, principalmente quanto tempo há disponível para a reforma, que deverá ser alinhado com o profissional que irá executar a obra.

  • MÃO DE OBRA

images (1)A peça-chave para obter o resultado esperado da reforma é a contratação de um profissional qualificado e de confiança. Por isso, o melhor a fazer antes antes de contratar o profissional, é fundamental obter referências com amigos ou familiares de trabalhos anteriores. Ninguém quer passar por surpresas ao final da obra, descobrindo que o profissional contratado não fará o serviço de acordo com o esperado e atrasar ainda mais a reforma para seu final de ano perfeito!

Outro fator importante é negociar o preço fechado do serviço. Assim, o cliente garante que a obra seja concluída no período estipulado e evita possíveis desentendimentos e excessos financeiros.

4-dicas-importantes-para-comprar-materiais-de-construcao-com-qualidade-810x541A escolha dos materiais de construção é uma etapa importante na hora de reformar a casa. Nessa época do ano, grandes homecenters realizam promoções e oferecem facilidades de pagamento para o consumidor. Além das lojas virtuais de materiais de construção que fazem entrega no prazo esperado, sem que precise sair de casa!

Por isso, é fundamental que o cliente pesquise e avalie o melhor custo x benefício, levando em consideração também se o material se adéqua às metragens do espaço.

  • DE OLHO NAS QUALIDADES

Outro ponto importante a ser considerado na reforma é o cálculo da metragem e a quantidade de produtos que serão utilizados. Por isso, aconselhamos que a lista de produtos seja feita juntamente com o profissional responsável, que poderá indicar os materiais adequados para o tipo de reforma proposta, além de evitar o desperdício e o gasto desnecessário.

 

Bom pessoal, esta foi a nossa dica para reforma do final de ano, esperamos que seja util. E precisando de orçamento de FORROS, DRYWALL, PISOS deixe seus dados abaixo que em breve retornaremos:

Escolha do piso de madeira deve considerar também durabilidade e instalação

Piso-ElegancyAssoalhos, carpetes de madeira, laminados, tacos e parquetes. Acrescida pela chegada dos importados, a oferta de revestimentos de madeira para pisos não pára de crescer.
É além de opções tradicionais como os tacos e os assoalhos, há novos produtos, como os laminados de madeira, que ampliaram bastante as opções de texturas e acabamentos

Mas, apesar de semelhantes após instalados, as características específicas de cada tipo de piso e a forma de instalação variam bastante entre si e devem também ser levadas em conta na hora da escolha

Segundo o engenheiro Térsio Roberto Nogueiro, especializado na instalação de pisos residenciais, além da aparência, a facilidade de instalação e a durabilidade são fatores determinantes.
ÉAntes da compra, é importante considerar se o produto é adequado ao tipo de utilização que se pretende dar ao piso e se a instalação é compatível com a obra. Soluções para áreas de circulação intensa, por exemplo, precisam ser mais resistentes», diz.
Nogueiro aconselha ainda não economizar nesse item da obra para evitar aborrecimentos futuros com manutenções constantes. ÉNo mercado de pisos de madeira, os produtos mais caros são em geral aqueles que duram mais», explica.

Créditos: http://www1.folha.uol.com.br/revista/

fotos: Elegancy Forros


Diferenças entre os tipos de pisos:

Assoalho
O que é: réguas de madeira maciça com comprimento, espessura e larguras variáveis
Instalação: diretamente sobre contrapiso por barroteamento -pequenas peças de madeira embutidas no contrapiso onde as réguas são fixadas. Lateralmente, as peças são encaixadas
Características: durabilidade e acabamento. A colocação pode ser feita também em diagonal. É necessário, no entanto, observar se a espessura das réguas não vai colocar piso e portas em desnível

 

Carpetes de madeira
O que é: lâminas de madeira com 7 mm de espessura com base de compensado. Dimensões variáveis
Instalação: do tipo flutuante -as lâminas são assentadas sobre manta plástica e fixadas lateralmente por colagem
Características: pode ser instalado sobre pisos já existentes -cerâmica, pedra ou carpete. Pode riscar com facilidade, não sendo indicado para áreas de circulação intensa

 

Laminados
O que é: réguas de material composto, com 8 mm de espessura, prensados e resinados, que reproduzem na superfície padrões de madeira
Instalação: as réguas são fixadas entre si por colagem e apoiadas no piso
Características: possui encaixe lateral entre as peças e pode também ser instalado sobre pisos já existentes. A aparência é por vezes artificial

 

Tacos e parquetes
O que é: pequenas placas de madeira maciça com tamanhos variáveis. Já os parquetes, são placas compostas por pequenos tacos rejuntados, formando mosaicos
Instalação: em ambos os casos, a instalação é feita por colagem sobre o contrapiso
Características: atualmente, colas especiais tornaram a fixação mais resistente, diminuindo o risco das peças descolarem